artistas

Em show, Chico Buarque manda recado para quem o critica

14 de dezembro de 2017, 10h52, por Alexandre Murari
Divulgação

Alvo de críticas por parte da população que é contra as suas posições políticas, o cantor Chico Buarque quebrou o silêncio nesta quarta-feira, 13, durante a estreia nacional do seu show "Caravanas", que aconteceu no Grande Teatro do Palácio das Artes, em Belo Horizonte.

→ Katy Perry troca cidade em turnê que virá ao Brasil

→ Kboing FM lança nova versão de música-tema de fim de ano

Em certo momento da apresentação, após Chico cantar a canção "Grande Hotel" em homenagem ao baterista Wilson das Neves, que morreu em agosto por conta de um câncer no estômago, a plateia começou um forte coro de "Fora, Temer!". Na sequência, Buarque comentou:

→ Ex de Naldo desabafa: "está bem claro quem é o louco da história"

"Tem que gritar mesmo! E para ouvir. No começo, não ouvi direito porque estou usando fones de ouvido. Aliás, acho que vou passar a usar esses fones permanentemente lá no Rio, onde eu gosto de caminhar. Moro num bairro carioca onde mora muita gente fina. Quando caminho, eu ouço frases como 'Viado! Vá para Cuba. Viado! Vai passear em Paris'. O único consenso é o viado", afirmou Chico, irônico, sendo aplaudido pela plateia.

Vale lembrar que o show "Caravanas" é uma homenagem de Chico ao baterista Wilson das Neves. Por conta de sua rica trajetória no samba, portanto, Chico Buarque decidiu homenagear o baterista e lançar dois discos que Das Neves havia deixado inacabados: "Favela" e "Senzala", assim como a atual turnê.

Comentários