artistas

Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá podem continuar a usar nome Legião Urbana

30 de junho de 2021, 10h59, por Amanda Ramalho
Reprodução Instagram André Frateschi

O Supremo Tribunal de Justiça decidiu que Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá podem continuar a usar o nome Legião Urbana, título da banda que usam desde a época de parceria com Renato Russo.

Os ministros analisaram o recurso do filho do compositor, Giuliano Manfredini, e permitiu que os artistas podem usar o nome do grupo em apresentações, mesmo sem autorização do filho.

O julgamento contra decisão de 2014, da 7ª Vara Empresarial da Comarca do Rio de Janeiro, estava empatado e foi desempatado na sessão de ontem com o voto do ministro Marco Aurélio Buzzi.

Os ministros entenderam que a Justiça do Rio de Janeiro não deveria ser revisado porque tanto Villa-Lobos quanto Bonfá foram responsáveis pela divulgação e valorização da marca e que a discussão sobre a denominação Legião Urbana envolve patrimônio imaterial, já que sem os dois músicos a marca não existiria.

"Prevaleceu a melhor interpretação do direito e se fez justiça. Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfa, em conjunto com Renato Russo, construíram a denominação 'Legião Urbana'. Seria injusto e indevido impedir que eles pudessem se apresentar artisticamente sem qualquer referência à história da banda que construíram", afirmou José Eduardo Cardozo, advogado dos artistas.

Fique por dentro de tudo o que rola no mundo da música. Curta nossa página no Facebook!

Ouvir músicas do Legião Urbana

Comentários