Roberto Medina fala sobre ausência de Anitta no Rock in Rio

24 de julho de 2017, 15h23, por Alexandre Murari
Divulgação

Em entrevista cedida ao jornal Folha de São Paulo, o criador e presidente do Rock in Rio falou pela primeira vez sobre a polêmica que envolve a funkeira Anitta e o festival. Vale lembrar que, quando anunciada, a line-up do Rock in Rio 2017 sofreu várias críticas por deixar a cantora de fora.

→ Seu Jorge sofre racismo em transmissão ao vivo; entenda

Portanto, à publicação, Medina deixou claro que não a convidou porque não tem "afinidade com a música dela, não achei que encaixava". O empresário, no entanto, contou que Anitta poderá, sim, participar do festival, já que agora está focando a sua carreira na música pop:

→ Em carta oficial, Linkin Park fala sobre a morte de Chester

"Ela está indo para um caminho pop que a aproxima mais do Rock in Rio, como a própria Ivete entrou nesse caminho. Não tenho nada contra, estou conversando com ela. Almocei com ela outro dia e fiquei impressionado. Ela é uma empresária, tem uma visão de marketing".

→ Acervo musical da Princesa Diana marca exposição em Londres

Medina também revelou novas possibilidades para as próximas edições do Rock in Rio. Uma delas é a inserção de uma temática que remete à favela:

"Estou trabalhando uma ideia de fabricar uma favela dentro do próximo festival. Colorida, mais bonita, mais romântica, para ter a música da favela, fazer uma seleção [de artistas] nelas, empolgar o pessoal de lá. Trazer os botequins também. A música da favela está sendo consumida pela elite".

Comentários