artistas

Perlla manda recado a evangélicos: "crentada é um saco"

29 de novembro de 2017, 15h16, por Alexandre Murari
Divulgação

Sucesso do funk brasileiro em meados dos anos 2000, a cantora Perlla, que ficou quatro anos se dedicando à música gospel, voltou, recentemente, ao estilo que a consagrou nacionalmente. Porém, vem recebendo várias críticas dos adoradores da música gospel, que a julgam por ter abandonado Deus para cantor funk.

→ Sem Victor, Leo viverá Sérgio Reis em musical

→ Mallu Magalhães celebra carreira com clipe de 'Tchubaruba'

Quanto a isso, Perlla foi ao Facebook para desabafar: "Tem momentos que sinto arrependida por deixar de cantar gospel, mais (sic) essa crentada é um saco, não deixei Deus, somente não estou cantando mais música gospel!".

Vale lembrar que, em setembro deste ano, ela já havia usado seu canal no Youtube para responder a algumas críticas: "A maioria das pessoas que mais criticaram (SIC) são recalcadas e crenteiros. Infelizmente, existem pessoas cristãs, que seguem a Jesus, que realmente vivem a palavra e outros que são crenteiros, que não têm o que fazer e ficam nas redes sociais querendo se meter na vida alheia das pessoas. Estou pouco me lixando com o que essas pessoas que estão falando de mim estão achando", disse.

E continuou: "A maioria dos cristãos tem preconceito. Eu estou sofrendo esse preconceito muito grande de que aquilo que você faz paralelo ao mercado gospel é do diabo... Existem muitas pessoas fazendo coisas muito piores... Eu poderia ficar aqui até amanhã contanto em cada dedo quantas pessoas fizeram coisas muito piores. Eu nunca traí o meu marido, sou mulher de homem só. Não bebo, não fumo, não cheiro, já começa por aí...", disse.

Comentários