Liberto, Dado Dolabella diz ser vítima de 'julgamentos e agressões'

12 de abril de 2018, 12h10, por Alexandre Murari
Divulgação

Depois de ficar 60 dias preso devido ao não pagamento da pensão de seu filho Eduardo, o cantor e ator Dado Dolabella, que deixou a prisão na última sexta-feira, 06, foi às redes sociais nesta quarta-feira, 11, e desabafou sobre estar na mira de "julgamentos e agressões" e compartilhou um texto de uma advogada especialista em casos como o dele, Fernanda Tripode.

→ Internado às pressas, Erasmo cancela parceria com Milton

→ Demi Lovato adia datas de shows marcados no Brasil

"Depois de ler tantos julgamentos e agressões nas redes (in)sociais, achei uma opinião de alguém com conhecimento de causa. Fernanda Tripode. Uma mulher que advoga pra homens. Veja o que ela diz", iniciou Dado.

No texto, a advogada afirma que os homens que são presos por dever pensão alimentícia "muitas vezes ficam com problemas psicoemocionais depois de 30 dias na prisão". A advogada ainda diz que "há proteção sim para mulher. Muito fácil advogar para uma mãe, desafiador é para o pai".

Comentários