Drops: Enem 2017, CO2 na atmosfera e Nasa avista objeto estranho

30 de outubro de 2017, 11h38, por Alexandre Murari
Divulgação

Seis dias para o Enem 2017: não deixe de visitar o local de provas

Por meio do site enem.inep.gov.br/participante e do cartão de confirmação do ENEM 2017, o candidato à prova poderá conferir onde será o local da avaliação, que neste ano será dividida em dois domingos, 5 e 12. Em ambos os dias, os portões dos locais de prova serão fechados às 13h.

Portanto, para que o estudante não sofra com os possíveis imprevistos que o façam atrasar, é importante que o candidato conheça, antecipadamente, o seu local de prova e que busque informações sobre o trânsito no local e a oferta de ônibus para aquela região.

→ Banda Congo Blue lança single e lyric de Concreto

→ Ivete Sangalo lança clipe com MC Livinho

Para quem vai de carro, a dica é que o candidato vá com antecedência ao local e confira se existem vagas nas ruas em volta do local ou opções de estacionamentos privados.

Já aos que vão de transporte público, é interessante que eles saibam quais as opções que levam ao local da prova, assim como estar por dentro dos horários dos ônibus, trem ou metro. A dica é tentar chegar com um bom tempo de antecedência para evitar os atrasos.

Quem escolheu a opção de ir a pé ou de bicicleta, é interessante que verifique o caminho mais seguro, de preferência, com antecedência. No caso dos ciclistas, é preciso saber onde deixar a bicicleta. Em ambos os casos, é preciso estar ciente de que, dependendo do tempo de caminhada ou pedalada, o candidato pode chegar cansado ou com fome.

Divulgação

Nível de CO2 na atmosfera em 2016 foi o mais alto em 800 mil anos, diz relatório

Um boletim divulgado nesta segunda-feira, 30, pela WMO, World Meteorological Organization, a concentração média global de dióxido de carbono, o CO2, bateu novos recordes no ano passado. Segundo a organização, o aumento nos níveis de concentração do gás nos últimos 70 anos não tem precedentes na história da humanidade.

Em 2016, as concentrações de CO2 atingiram 403,3 partes por milhão. Em 2015, as concentrações estavam em 400,0 partes por milhão. Antes da Revolução Industrial, no século XVIII, os níveis eram 145% mais baixos que os atuais.

O boletim também alerta que, se assim continuar, haverá mudanças significativas nos sistemas climáticos, levando a "graves interrupções ecológicas e econômicas", afirmou o relatório.

Divulgação

Nasa avista objeto misterioso vindo de outra estrela

Na última quinta-feira, 26, a NASA anunciou que, no dia 19 de outubro, foi detectado um objeto estranho em nosso sistema solar: um pedregulho de 400 metros de diâmetro que viaja a 25,5 quilômetros por segundo. A agência espacial acredita que o objeto seja um forasteiro que veio de uma estrela distante da constelação de Lira.

Sem representar perigo para a Terra, este poderá ser o primeiro objeto interestelar já detectado na órbita do Sol. Para Paul Chodas, da divisão da Nasa responsável pelo achado, em comunicado oficial, ele acredita que "há muito era ocasionalmente se desprender e passar por nosso sistema solar. Mas essa é a primeira vez que acreditamos ter detectado algo do tipo".

Comentários