artistas

Conquistas, lutas e fãs em entrevista com Filipe Labre

22 de dezembro de 2016, 12h19, por Alexandre Murari
Divulgação

"Minha carreira é o meu trabalho, e reflete em tudo, até no meu humor. Gosto de trabalhar e o ócio me incomoda, me deixa ansioso. É bom demais trabalhar fazendo o que se ama", e é desta maneira que Filipe Labre, vencedor deste ano do quadro "Iluminados", do "Programa do Faustão", revela, em entrevista exclusiva para a redação do Kboing, os motivos que o fazem viver de música.

► Ouça Playlist Top Sertanejo

O cantor, recém contratado para o elenco de artistas da empresa Workshow, que produz sertanejos como Henrique e Juliano, Zé Neto e Cristiano e Marília Mendonça, garante que ao longo dos 9 anos de estrada "foram incontáveis desafios, erros e acertos. Muito difícil, mas foi extremamente importante pro meu amadurecimento como profissional e como pessoa".

Os desafios, erros e acertos, portanto, fizeram-se essenciais para que o músico conseguisse sair vitorioso do quadro "Iluminados". Sobre isso, Labre abre o coração e revela:

"O Iluminados me deu a oportunidade de mostrar meu trabalho e abriu muitas portas pra mim. Sem dúvidas, foi muito importante e emocionante vencer. Olhar pra trás me enche de orgulho, me emociono e agradeço a Deus pelos perrengues e pelas conquistas."

Divulgação

E como todo artista que conquista seu espaço, o público e os fãs também fazem parte do triunfo. Para Filipe, foi a vitória do quadro global que serviu para aproximar seus talentos ao grande público.   

"Disse uma vez numa entrevista que o público e eu finalmente fomos apresentados. Fui extremamente bem recebido e acolhido com muito amor por muita gente. É um amor muito louco esse de fã. Eles fazem tudo por você e em troca querem só um abraço, uma foto, uma curtida nas redes sociais".

E se você, leitor, pensa que essa ligação de fã e artista se restringe apenas nesse contato e reconhecimento, está muito enganado. Fã que é fã trabalha junto!

"Sou grato por esse amor e eles sabem que é recíproco! É o fôlego que a gente precisa. Tenho fãs fiéis que estão comigo desde o começo. Eles são a razão de tudo e a eles é dedicado tudo o que eu faço. Foram meus cabos eleitorais na campanha do Iluminados e agora eles batalham junto comigo pra (sic) divulgar meu novo DVD".

Já sobre o DVD, que chega às lojas logo no começo do ano que vem, Filipe esclareceu como funcionou o processo de criação, montagem do repertório, tempo livre para a execução e inspiração para compor:

"Música fruto de inspiração é coisa rara! Eu sento e quebro a cabeça até fazer uma música boa. É uma técnica de tentativa e erro. Bom senso e bom gosto são importantes, observar as pessoas a sua volta, seus relacionamentos e etc. Aí veio "Iluminados" e a gravação do meu primeiro DVD que foi feito em apenas 2 meses depois da final no Faustão."

E quem se interessar pelo trabalho do artista e quiser acompanhar de perto as suas canções, fica ligado que em "2017 vem mais trabalho ainda, agora em larga escala e de alcance nacional através da Workshow que tem acreditado muito em mim e no meu trabalho. A galera pode esperar muita música boa", finaliza o sertanejo.

► Ouça Filipe Labre

Comentários