Após críticas, Nego do Borel nega apoio a Bolsonaro

11 de julho de 2018, 10h41, por Alexandre Murari
Divulgação

O lançamento do clipe de "Me Solta", do funkeiro Nego do Borel, continua gerando repercussão na internet, recebendo críticas do público LGBT por usar o gênero e a sexualidade apenas para ganhar visualizações.

→ Bruno Mars abandona palco de show após incêndio

→ Ex-mulher de Safadão posta indireta e fãs especulam

"Não me sinto representado numa imagem distorcida de gay caricato. Entretenimento para hétero achar graça, me poupe", comentou um usuário. "Nesse clipe ele só fez o que a maioria dos homofóbicos adora fazer com os gays: chacota", criticou outro. Além das críticas, internautas descobriram uma foto do MC com Jair Bolsonaro, pré-candidato a presidente do Brasil conhecido por seu discurso conservador.

→ Justin Bieber está noivo de Hailey Baldwin

Procurada pelo Estadão, a assessoria do funkeiro esclareceu alguns detalhes do clipe e revelou que Bolsonaro não tem o seu apoio político e a foto que fizeram juntos foi a pedido de um dos filhos do deputado federal.

"Eu não apoio o Bolsonaro. Esta foto foi tirada num jantar que eu estava também, a pedido do filho dele. Não costumo negar tirar fotos com ninguém. Quando eu decidi fazer esse clipe sabia que poderia ser algo polêmico, mas fui em frente. A Nega da Borelli é uma personagem que, pra mim, representa a liberdade de ser quem eu sou. Recebi muitos elogios pelo clipe e tenho acompanhado as críticas de perto porque acho que eu e todo mundo temos muita ainda a aprender com esse tema."

Comentários