ouvir : conectando
aleatório
repetir
sem intro
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"
  • traduzir letra
  • imprimir letra
  • corrigir
  • ajuda
Recrutando a potrada corro as varas da mangueira.
No bate patas do campo, só ficam vultos e poeira!
São gritos de bamo-cavalo
toca-toca, êra-êra...

Entre potros que amansei,
Que sentei meu lombilho,
Foram baios e ruanos, sebrunos e douradilhos,
Já quebrei muitos tubianos, alazão, preto e tordilho,
De vinagre até um negro, todos os pêlos eu encilho,
Gateados e lobunos, zainos também domei,
Um rosilho prateado em malacaras andei.

Arrucinei um bragado,
Um oveiro negro, um rosado
Um chita, um branco ou melado.
Um picaço pata branca,
Que por sinal desconfiado,
Especial baio-gateado,
Que nunca deixou-me a pé,
Um tostado bico branco,
Tropiei muito pangaré,
Um colorado cabano,
Um azulego mui feio,
Que às vezes em volta do rancho
Deixava mascando o freio
Só me falta o potro mouro
Que é pra sentar meus arreios.

Canto e Encanto Nativo, Vol. 7
Album:
Gravadora: 1997 ACIT
Ano:
Faixa: 5


músicas | letra

Mais ouvidas de José Cláudio Machado

Todas as músicas de José Cláudio Machado

Denunciar conteúdo inapropriado

Kboing Radio OnLine
Aviso Legal - Política de Privacidade | Anuncie

Facebook
Google Plus
Rádio Kboing FM
Notificar erro
Selecione abaixo o tipo de erro da música


código incorreto, tente novamente(trocar imagem)
você deve selecionar uma das três opções antes de enviar 
Minha playlist
Colocar texto bem aqui pro caboclo ficar feliz e voltar pra casa
Minha playlist
Crie um nome para sua playlist nova ou substitua as músicas de uma playlist existente
Dê nome para sua playlist
substitua as músicas da playlist
ou
 
Atualizar Video
Você pode contribuir e corrigir o video desta música
Adicione a url correta do vídeo do YouTube
Ex.: https://www.youtube.com/watch?v=EDwb9jOVRtU
ARTISTA:

MÚSICA: