ouvir : conectando
aleatório
repetir
sem intro
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"

João Bosco

Nação - Aquarela Do Brasil - O Mestre Sala Dos Mares

  • traduzir letra
  • imprimir letra
  • corrigir
  • ajuda
Dorival Caymmi falou prá Oxum
Com Silas tô em boa companhia
O samba abraça a terra,
deságua o rio na Bahia(2x)

Jeje minha sede é dos rios
A minha cor é o arco-íris,
minha fome é tanta

Planta flor irmã da bandeira
A minha sina é verde-amarela
feito a bananeira

Ouro cobre o espelho esmeralda
No berço esplêndido
A floresta em calda
manjedoura d'alma

Labarágua, Sete Queda em chama
Cobra de ferro, Oxum-maré,
homem e mulher na cama

Jeje tuas asas de pomba
Presas nas costas com mel
e dendê agüentam por um fio

Sofrem o bafio da fera
O bombardeio de Caramuru,
a sanha de Anhanguera

Jeje tua boca do lixo,
escarra o sangue
De outra hemoptise
no canal do mangue

O Uirapuru das cinzas chama
Rebenta a louça Oxum-maré
Dança em teu mar de lama.

Dorival Caymmi falou prá Oxum
Com Silas tô em boa companhia
O samba abraça a terra,
deságua o rio na Bahia(2x)


Brasil! meu Brasil Brasileiro
Tira a mãe preta do cerrado
Bota o rei congo no congado
Deixa cantar de novo o trovador
A merencória luz da lua
Toda cação do meu amor...
Quero ver a Sá Dona caminhando
Pelos salões arrastando
O seu vestido rendado

Ô, esse coqueiro que dá coco
Onde eu amarro a minha rede
Nas noites claras de luar, Brasil
Ouve estas fontes murmurantes
Aonde eu mato a minha sede
É onde a lua vem brincar
Esse Brasil lindo e trigueiro
É o meu Brasil Brasileiro
Terra de samba e pandeiro,

Brasil terra boa e gostosa
Da morena sestrosa
De olhar indiferente
O Brasil samba que dá
Para o mundo admirar
O Brasil do meu amor
Terra de Nosso Senhor

Há muito tempo nas águas
Da guanabara
O dragão no mar reapareceu
Na figura de um bravo
Feiticeiro
A quem a história
Não esqueceu
Conhecido como
Navegante negro
Tinha a dignidade de um
Mestre-sala
E ao acenar pelo mar
Na alegria das regatas
Foi saudado no porto
Pelas mocinhas francesas
Jovens polacas e por
Batalhões de mulatas
Rubras cascatas jorravam
Das costas
Dos santos entre cantos
E chibatas
Inundando o coração,
Do pessoal do porão
Que a exemplo do feiticeiro
Gritava então
Glória aos piratas, às
Mulatas, às sereias
Glória à farofa, à cachaça,
Às baleias
Glórias a todas as lutas
Inglórias
Que através da
Nossa história
Não esquecemos jamais
Salve o navegante negro
Que tem por monumento
As pedras pisadas do cai

Album:
Gravadora:
Ano:
Faixa: 18

músicas | letra

Top Músicas

Denunciar conteúdo inapropriado

Kboing Radio OnLine
Aviso Legal - Política de Privacidade | Anuncie

Facebook
Google Plus
Rádio Kboing FM
Notificar erro
Selecione abaixo o tipo de erro da música


código incorreto, tente novamente(trocar imagem)
você deve selecionar uma das três opções antes de enviar 
Minha playlist
Colocar texto bem aqui pro caboclo ficar feliz e voltar pra casa
Minha playlist
Crie um nome para sua playlist nova ou substitua as músicas de uma playlist existente
Dê nome para sua playlist
substitua as músicas da playlist
ou
 
Atualizar Video
Você pode contribuir e corrigir o video desta música
Adicione a url correta do vídeo do YouTube
Ex.: https://www.youtube.com/watch?v=EDwb9jOVRtU
ARTISTA:

MÚSICA: