carregando
aleatório
repetir
sem intro
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"

Helen Nzinga

Dia a Dia

  • traduzir letra
  • imprimir letra
  • corrigir
  • ajuda


De cabeça erguida, nem sempre sorrindo
Anda pela rua desviando dos conflitos
Percorre caminhos antes escondidos
Traz no peito os mesmos sentimentos e sentidos

Olhares altivos tentam abalá-la
Tanta fome de vencer, ninguém pode pará-la
Sempre na batalha, nunca tá parada
Supera obstáculos, ninguém pode pará-la, não

Sempre pede forças deuses africanos lhe dão proteção
Quando perde o rumo para e segue ouvindo o seu coração

Com a responsa nos ombros, sempre focada
Às vezes sente a pressão
Olha ao lado e repara outras mulheres na mesma condição
Portas que são fechadas, ela escancara
E passa com seus irmãos
Pés e mãos são marcadas, na caminhada
Muita disposição

Mais uma preta que luta no seu dia a dia com o povo por mais liberdade
Sempre dá treta se ela e seu povo circula na parte nobre da cidade
Isso num é o acaso, é pensado e sempre existe uma finalidade
Chegando em casa agradece beijando sua filha, guardada de toda a maldade

músicas | top novidades | top artistas



Mais ouvidas de Helen Nzinga

músicas

Top músicas do Kboing
top músicas

Denunciar conteúdo inapropriado

Facebook
Google Plus
Rádio Kboing FM