Entrevista: CPM 22

15 de dezembro de 2009, 17h02, por Da redação, por Tatiana Pires

Formada pelos músicos Badaui (vocal), Japinha (bateria) Fernando Sanches (baixo) e Luciano (guitarra), a banda CPM 22 está preparando um novo álbum. Ainda sem título, o disco terá canções inéditas e trará referências sonoras diferentes dos trabalhos anteriores do grupo. “Serão umas coisas mais pra cima, mais alegres, mais festivas e sem deixar de lado a essência da banda que é o punk rock e o hardcore”, comentou o baterista Japinha em entrevista exclusiva ao Kboing.

Ouvir CPM 22 no Kboing   
Confira letras de CPM 22           

A banda que teve início em 1995 já lançou seis discos: “A Alguns Kilometros de Lugar Nenhum” (2000), “CPM 22” (2001), “Chegou a Hora de Recomeçar” (2002), “Felicidade Instantânea” (2005), “CPM 22 - MTV Ao Vivo” (2006) e o último álbum do grupo, “Cidade Cinza” (2007).

Mesmo após o rompimento com a gravadora Universal Music, no começo do mês, o quarteto mantêm os planos de lançar o novo álbum no primeiro semestre do ano que vem.

Confira a seguir o bate-papo com o baterista Japinha:  

Kboing – O último trabalho “Cidade Cinza”, foi lançado em 2007. O que os fãs podem esperar do CPM22 daqui pra frente?
Japinha –
A gente está fazendo um disco novo com influências um pouco diferentes daquelas que a gente já usou, serão umas coisas mais pra cima, mais alegres, mais festivas e sem deixar de lado a essência da banda que é o punk rock e o hardcore.

Kboing – Tem algum detalhe que você pode nos adiantar?
Japinha –
Estamos produzindo, a gente não está com muita pressa...se tudo der certo no primeiro semestre o disco deve ser lançado. Já estamos gravando uma músiquinhas para testar...A ideia é gravar e lançar o novo CD no primeiro semestre.

Kboing – Quais a influências musicais da banda?
Japinha –
Desde o heavy metal, passando pelo punk dos anos 70, pelo hardcore melódico dos anos 90 e um pouco também do rock nacional dos anos 80, Titãs, Ultraje a Rigor, Paralamas...um misturado disso tudo.

Kboing – Qual foi o momento mais marcante na carreira de vocês?
Japinha –
Foram vários porque o CPM, graças à Deus, tem uma trajetória assim muito legal de prêmios, de shows grandes, festivais, viagens internacionais, como as apresentações no Japão, Estados Unidos, agora acabamos de volyar da Europa...então a carreira da banda é recheada de bons momentos. No ano passado quando ganhamos o Grammy Latino foi um belo momento, ficamos bem contentes!

Kboing – Em uma entrevista, vocês afirmaram que não gostam de rotular o trabalho da banda (emocore, hardcore, etc). Afinal, não é possível definir o estilo do som do CPM22?
Japinha –
O CPM é punk rock.

Kboing – Qual a música preferida gravada pela banda
Japinha –
Têm várias, cada um tem a sua. Eu gosto de “O Mundo Dá Voltas”, “Irreversível” e “Um Minuto para o Fim do Mundo”, mais do que as outras.

Kboing – Deixem um recado para os fãs de vocês.
Japinha –
Um grande abraço! Um ótimo Natal! Feliz 2010! Curtam uma boa música, um bom rock! Sejam felizes e tentem fazer o bem! Acho que a vida é muito curta e boa então tem que aproveitar enquanto é tempo.

Comentários