Veja todas as fotos de Diogo Nogueira

Amarguras / Ai Que Saudade do Meu Amor / Se Eu For Falar de Tristeza (feat. Zeca Pagodinho)

Diogo Nogueira

ouvir : conectando
aleatório
repetir
sem intro
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"
  • tradução da letratradução letra
  • imprimir letraimprimir letra
  • corrigir
  • corrigir a letra
  • não está conseguindo ouvir a música, clique aqui!ajuda
De que vale a vida Se eu não tenho a sorte
Se a alma é fraca pra que corpo forte
E pra que sorrir se não há esperança
De se ver surgir o dia da bonança
Do ferir da carne vê-se a cor do sangue
E sentir-se como um barco atolado em um mangue
A poeira pura a me sufocar
E ainda vem você pra me mandar calar

A poeira pura a me sufocar
E ainda vem você pra me mandar calar

Chove chuva, traz o vento
Ressabiando a maré
Pra acabar com a dor do mundo
A dor de quem em Deus tem fé
E a chuva com o vento vem pra me fortalecer
E faz as amarguras esquecer
E faz as amarguras esquecer

Chove chuva, traz o vento
Ressabiando a maré
Pra acabar com a dor do mundo
A dor de quem em Deus tem fé
E a chuva com o vento vem pra me fortalecer
E faz as amarguras esquecer
E faz as amarguras esquecer
E faz as amarguras esquecer
E faz as amarguras esquecer

A noite já foi (já foi) já é madrugada
O dia já vem e eu não fiz nada
Não sei de onde eu vim
Nem pra onde eu vou
Aí que saudade do meu amor

A noite já foi (a noite já foi) já é madrugada
O dia já vem e eu não fiz nada
Não sei de onde eu vim
Nem pra onde eu vou
Aí que saudade do meu amor

Andei por aí, pra lá e pra cá
Rodei Cachambi, parei em Irajá
Quase me perdi, pra lá de Xerém
Meu bem não pintou
Ai que saudade do meu amor

A noite já foi (a noite já foi) já é madrugada
O dia já vem e eu não fiz nada
Não sei de onde eu vim
Nem pra onde eu vou
Aí que saudade do meu amor


A folha caiu, o tempo fechou
A flor se abriu
O sol esquentou
Meu riso sumiu e eu chorei tanto
Que o pranto secou
Aí que saudade do meu amor

A noite já foi (a noite já foi) já é madrugada
O dia já vem e eu não fiz nada
Não sei de onde eu vim
Nem pra onde eu vou
Aí que saudade do meu amor

Se eu for falar de tristeza o meu tempo não dá
O meu tempo não dá
Tenho prazeres na vida Para aproveitar

Sei que o amor oferece tanta coisa boa
Não vou me preocupar com uma coisinha à toa
Sei que o amor oferece tanta coisa boa
Eu não vou me preocupar com uma coisinha à toa

Se a mulher foi embora é que o amor acabou
O amor acabou
Se eu perdi um amigo
Um outro ganhou
Se hoje estou cheio de vida
Amanhã também posso morrer
Se hoje dou um beijo novo
Amanhã também posso esquecer

Se o passado foi ontem
Amanhã o futuro virá
Se eu for falar de tristeza O meu tempo não dá, não dá

Se o passado foi ontem
Amanhã o futuro virá
Se eu for falar de tristeza o meu tempo não dá
Meu tempo não dá

Se eu for falar de tristeza o meu tempo não dá
Tenho prazeres na vida Para aproveitar

Sei que o amor oferece tanta coisa boa (boa, boa, boa, boa)
Eu não vou me preocupar com uma coisinha à toa
Eu sei que o amor oferece tanta coisa boa
Eu não vou me preocupar com uma coisinha à toa

álbum

Gravadora: Diogo Nogueira
Ano:
Faixa: 1




Facebook Google Plus

Denunciar conteúdo inapropriado

Aviso Legal - Política de Privacidade

Notificar erro
Selecione abaixo o tipo de erro da música


código incorreto, tente novamente(trocar imagem)
você deve selecionar uma das três opções antes de enviar 
Minha playlist
Colocar texto bem aqui pro caboclo ficar feliz e voltar pra casa
Minha playlist
Crie um nome para sua playlist nova ou substitua as músicas de uma playlist existente
Dê nome para sua playlist
substitua as músicas da playlist
ou
 
Atualizar Video
Você pode contribuir e corrigir o video desta música
Adicione a url correta do vídeo do YouTube
Ex.: https://www.youtube.com/watch?v=EDwb9jOVRtU
ARTISTA:

MÚSICA: