artistas

Wando: uma homenagem ao 'rei das calcinhas'

08 de fevereiro de 2012, 10h34, por Da redação, por Tatiana Pires
DivulgaçãoWando, conhecido por seu fetiche com calcinhas, morreu nesta quarta-feira

Famoso por suas músicas românticas e de teor erótico, Wanderley Alves dos Reis, o Wando, nasceu em Cajuri, na Zona da Mata, em Minas Gerais. A infância, passou em Juiz de Fora (MG), mais tarde mudou-se para Volta Redonda (RJ), onde trabalhou como motorista de caminhão e feirante. Naquela época, já se dedicava ao violão e tocava em grupos de bailes locais.

A carreira musical do artista, conhecido por seu fetiche por calcinhas, teve início no final da década de 1960 e deslanchou nos anos 70, com canções como "Fogo e Paixão" e "Aquele Amor Que Faz Gostoso Me Deixou (F.D.P.)" e outros grandes sucessos de sua carreira de mais de 50 anos.

O 'rei das calcinhas', em uma mensagem em seu site oficial, conta como surgiu a fama, explicando que a peça foi inspiração para seu álbum "Tenda dos Prazeres", lançado em 1990. "Uma calcinha de cabeça pra baixo, ela vira uma tenda, não é? Aí, coloquei uma calcinha na capa do disco, e essa coisa fez tanto sucesso, que até hoje eu não consigo tirar do show. Eu distribuo calcinhas e recebo, tenho uma coleção muito grande, de todas as formas, jeito, cores e tamanhos".

O artista também comenta outros apelos sexuais que incorporou: "Teve uma época que eu mordia a maçã no palco, e continuo mordendo ainda, porque conta a história de como é que começou o pecado, não é?".

Nesta quarta-feira, dia 8, o cantor, de 66 anos, morreu após sofrer um infarto seguido de uma parada cardíaca. Wando estava internado desde o dia 27 de janeiro no hospital Biocor Instituto, em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte (Minas Gerais). O cantor foi hospitalizado para a realização de um cateterismo, devido ao quadro de angina (dores no peito causadas por falta de sangue no músculo cardíaco). Ele foi submetido a uma angioplastia coronariana de emergência para desobstrução de artérias do coração.

No último domingo, dia 5, Wando enviou aos fãs um bilhete por meio da equipe da TV Globo, divulgado no Fantástico: "Eu estou na oficina de Deus arrumando a turbina. Me aguardem!".

Discografia:

Divulgação

"Glória Deus no céu e samba na terra" (1973)
"Wando" (1975)
"Porta do sol" (1976)
"Ilusão" (1977)
"Gosto de maçã" (1978)
"Gazela" (1979)
"Bem-vindo" (1980)
"Pelas noites do Brasil" (1981)
"Fantasia noturna" (1982)
"Coisa cristalina" (1983)
"Ui-Wando paixão" (1986)
"Coração aceso" (1987)
"O mundo romântico de Wando" (1988)
"Obsceno" (1988)
"Dor romântica" (1989)
"Tenda dos prazeres" (1990)
"Depois da cama" (1992)
"Mulheres" (1993)
"Dança romântica" (1995)
"O ponto G da história" (1996)
"Chacundum" (1997)
"Palavras inocentes" (1998)
"S.O.S. de amor" (1999)
"Picada de amor" (2000)
"Fêmeas" (2001)
"O melhor de Wando ao vivo" (2002)
"Romântico brasileiro, sem vergonha" (2005)

Ouvir Wando  |  Letras de Wando

Comentários