artistas

Um ano sem Chorão! Relembre as melhores músicas do Charlie Brown

06 de março de 2014, 08h42, por Amanda Ramalho
Divulgação

Nascido em 9 de abril de 1970 em São Paulo, Alexandre Magno Abrão, o Chorão, teve uma vida humilde. Aos 14 anos quando perdeu sua mãe, a paixão pela música despertou.

Formou a banda na cidade de Santos, no litoral de São Paulo, quando em 1992, conheceu Marcão e Champignon e formaram o Charlie Brown Jr. O nome surgiu depois que Chorão trombou em um quiosque na praia e o Jr. veio por eles se considerarem frutos de uma nova geração da música.

→ Ouça "La Familia 013", o último disco da banda Charlie Brown Jr.

Chorão foi o único integrante que permaneceu durante todas as fases do grupo, lançando ao todo nove discos de estúdio, dois álbuns ao vivo e duas coletâneas. O grupo vendeu mais de 5 milhões de discos e, em 2009, ganhou um Grammy Latino com o álbum "Camisa 10 Joga Bola Até na Chuva".

Sua vida pública foi marcada por uma série de desentendimentos entre os integrantes do grupo e com outros músicos. Mas Chorão não era só ferro e fogo!

Divulgação

Além de vários prêmios com banda, foi vice-campeão paulista em campeonato de skate, inaugurou em Santos, no ano de 2006, um espaço moderno para skatistas e músicos titulado "Chorão Skate Park". Em 2007 escreveu o roteiro do filme "O Magnata", dirigido por Johnny Araújo, e do longa "O Cobrador".  No ano de 2009 lançou em São Paulo a sua grife de roupas intitulada DO.CE que significa "Dose Certa".

Chorão foi casado por 15 anos com a estilista Graziela Gonçalves, para quem havia feito várias canções incluindo a faixa "Proibida Pra Mim. Eles tinha se separado em meados de novembro de 2012, mas o divórcio não havia sido oficializado e o amor ainda existia.

→ Ex-mulher de Chorão: "Quanto amor, verso e prosa, que você me deu!"

DivulgaçãoChorão também não havia superado a separação com Grazi que pedia para ele largar o vício

No dia 6 de março de 2013, Chorão foi encontrado morto, pelo motorista do grupo, por volta das 5h em seu apartamento. Dias depois a polícia confirmou que o falecimento do cantor foi causado devido uma overdose de cocaína.

O músico dono de sucessos como "Lugar ao Sol", "Só Os Loucos Sabem", "Pontes Indestrutíveis", "Como Tudo Deve Ser", "Céu Azul" entre tantas outras canções, deixou órfão não somente o filho, Alexandre, de 23 anos, fruto da relação com sua primeira mulher, Thais Lima como também milhares de fãs que admiravam o trabalho de um grande compositor que fez parte de várias gerações e estilos.

→ Lucas Lucco faz homenagem a Chorão

Comentários