artistas

PODCAST: falhas no Instagram e Facebook, colírio para visão turva e mais!

16 de dezembro de 2021, 15h38, por Amanda Ramalho
KBOING FM

Kboing em Alta, quinta-feira, 16 de dezembro!

Google e a vacinação

De acordo com memorando interno do Google, a empresa deu até 3 de dezembro para funcionários enviarem o comprovante de vacinação contra COVID-19 ou enviarem uma dispensa médica ou por motivos religiosos para não tomarem a vacina.

Todos os funcionários que não enviaram qualquer um desses documentos terão até dia 13 de janeiro para corrigir a situação ou serão colocados em 30 dias de licença compulsória paga.

Após essa licença remunerada, funcionários que ainda estiverem sem comprovação de vacina ou uma justificativa serão automaticamente colocados em licença não-remunerada de 6 meses, com término legal de contrato ao final desse período.

Internet nas escolas

Segundo a diretora de articulação e apoio às redes de educação básica do Ministério da Educação, Ana Caroline Vilasboas, apenas 60% das escolas públicas têm banda larga.

Das 137.787 escolas no país, 74% declararam ter acesso à internet, mas somente 60%, cerca de 82,6 mil, confirmaram ter banda larga. Das escolas que declaram ter internet, apenas 76% recebem apoio de programas de conectividade do governo, como Política de Inovação Educação Conectada, Programa Banda Larga nas Escolas e o WiFi Brasil.

Motoristas independentes

A Uber anunciou os resultados de uma pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha, afirmando que motoristas e entregadores de aplicativos preferem ser profissionais independentes, mas também desejam mais proteção.

A pesquisa realizada entre os trabalhadores brasileiros da companhia, mostrou que 87% dos entrevistados afirmam que o horário flexível de trabalho é um dos maiores atrativos em trabalhar com aplicativos e que 2 a cada 3 preferem trabalhos autônomos do que empregos registrados.

46% dos entrevistados concluíram o ensino superior e 81% dos entrevistados concordaram que repor a renda perdida na pandemia é um motivo para trabalhar com aplicativos.

Instabilidade no Instagram e Facebook

De acordo com o site Downdetector, Instagram e Facebook passaram por instabilidades na última quarta-feira, dia 15. Os problemas teriam iniciado por volta das 11h da manhã, mas se intensificaram a partir das 15h.

Usuários de várias partes do mundo relataram falhas de contagem de visualizações nos vídeos dos Reels e outros, problemas para seguir contas, abrir links e também dificuldade para carregar o feed e stories.

A Meta confirmou a um jornal diário que realmente houve instabilidade, mas que já estavam trabalhando para resolver.

Denúncias de assédio

Uma ex-engenheira da SpaceX está fazendo uma série de denúncias sérias contra a empresa aeroespacial de Elon Musk. De acordo com a profissional, altos funcionários fomentam uma cultura de assédio moral, misoginia e, até mesmo, violência sexual contra mulheres.

Em um artigo escrito para a Lioness, plataforma que reúne denúncias de assédio contra mulheres em espaços de poder, a ex-engenheira de integração de missão da SpaceX, Ashley Kosak, descreveu a empresa como um lugar cheio de sexismo e que a única solução para as mulheres é se demitir da empresa.

Ela também afirma que o próprio CEO, Elon Musk, promove uma cultura empresarial tóxica, empurra os engenheiros ao ponto de exaustão e que o bilionário repreende funcionários de maneira incisiva sempre que suas expectativas não são atendidas e não poupa ameaças de demissão sempre que a produção diminui.

Variante ômicron

A variante Ômicron da Covid-19 consegue se replicar até 70 vezes mais rápido nas vias aéreas quando comparada com a Delta. Apesar disso, nos pulmões essa multiplicação é mais lenta. Isso pode ajudar a explicar a alta taxa de contágio e os casos com menor gravidade.

Os resultados são de um estudo conduzido pela Faculdade de Medicina da Universidade de Hong Kong.

Óculos de leitura

Os óculos de leitura podem estar com seus dias contados. Para resolver o problema da visão embaçada de perto, a chamada presbiopia, que afeta somente nos EUA mais de 128 milhões de indivíduos, foi lançado um colírio chamado Vuity, que simplesmente acaba com o problema da visão turva relacionada à idade.

Já aprovado pela agência norte-americana reguladora de alimentos, cosméticos e equipamentos médicos em outubro, o Vuity é uma solução oftálmica de cloridrato de pilocarpina, apresentado como o primeiro colírio eficaz contra a presbiopia para melhorar a visão de perto sem alterar a visão de longe.

Os fabricantes afirmam que uma única gota em cada olho proporciona uma visão mais nítida por períodos de seis a dez horas. Um suprimento de Vuity para 30 dias custa cerca de US$80 (R$453).

Música reduz depressão

Um estudo da Universidade Médica de Viena associou a música "1-800-273-8255", do rapper estadunidense Logic, a um aumento de ligações para o serviço nacional de prevenção ao suicídio dos EUA, acompanhado por redução dos casos no país. O título da canção é o próprio número de telefone do serviço.

No período analisado, de 34 dias em que a música recebeu atenção significativa por parte do público, envolvendo o período após seu lançamento, em abril de 2017, e duas performances: uma no MTV Music, em agosto do mesmo ano; e outra no Grammy Awards, em janeiro de 2018, a queda nos suicídios foi de 5,5%, correspondendo a 245 casos a menos que o previsto.

Cientista brasileiro

A revista científica Nature divulgou nesta semana a lista das pessoas que mais impactaram a ciência neste ano. Entre os citados está o brasileiro Tulio de Oliveira, um dos responsáveis pela descoberta da cepa do coronavírus que viria a ser conhecida como a variante ômicron.

O brasileiro vive na África do Sul e comanda o laboratório Krisp. Ele também participou da descoberta de outra cepa, a variante Beta.

A propósito, parabéns a todos os cientistas e profissionais envolvidos na luta contra a COVID-19 e em outras patologias também.

OUÇA TODOS OS PODCASTS DA KBOING FM!

Fonte: Olhar Digital, TecMundo

Comentários