músicas: escolha seu artista

Os artistas negros com maior destaque no mundo

20 de novembro de 2018, 11h40, por Amanda Ramalho
Divulgação

Hoje, 20 de novembro, é comemorado o Dia da Consciência Negra. A data, foi estabelecida pelo projeto de Lei n.º 10.639, em 9 de janeiro de 2003. Entretanto, só foi sancionada no ano de 2011, na lei 12.519, pela presidente Dilma Rousseff.

O momento marca o dia em que faleceu o líder negro Zumbi. Além de registrar a batalha contra a escravidão no nordeste, o momento também serve de base para a reflexão sobre a inserção e lutas do negro na sociedade brasileira.

Os primeiros africanos chegaram ao Brasil no ano de 1532.

A abolição do tráfico negreiro aconteceu muito anos depois, em 1850, pela Lei Eusébio de Queiroz. Porém, foi somente em 13 de maio de 1888 que a abolição da escravidão foi formalmente declarada e os negros tiveram a oportunidade sair em busca seus direitos e igualdade.

Com muita luta e dificuldade, os negros foram conquistando seu espaço. Atualmente, após muito suor e lágrimas derramadas eles se encontram em posições de destaques e também ajudaram as mulheres nesses pódios.

Esportistas, artistas, políticos, cantores e tantas outros cargos de renome. A batalha valeu a pena! Valeu as lágrimas. Confira a seguir alguns grandes nomes que venceram os preconceitos e hoje são pessoas notáveis mundialmente.

Martin Luther King
O mais famoso ativista, Martin lutou pela pró-igualdade racial dos Estados Unidos. Pastor da Igreja Batista, ele palestrou por todo o território americano pregando a igualdade e o ativismo pacífico. Em 1964 recebeu o Prêmio Nobel da Paz. Seu assassinato aconteceu minutos antes de uma marcha em um hotel em Memphis no dia 4 de abril de 1968.

Donna Summer
A rainha da disco music nos anos 70, Donna Summer ganhou 5 Grammy e recebeu 6 prêmios American Music Awards. Se aventurou no cinema, foi uma ótima compositora e pianista.

Bob Marley
Símbolo da cultura reggae e rastafári, Bob Marley vendeu mais de 75 milhões de discos e é considerado o maior artista do Terceiro Mundo, países de extrema pobreza e esquecidos pelo mundo.

Tina Turner
Uma das lendas da música, Tina ficou marcada pelas músicas inesquecíveis e pela influência nos bailes blacks com suas coreografias. Em 2003, com 73 anos, foi a pessoa mais velha a estrelar a capa da "Vogue".

Jesse Owens
Destaque nas Olimpíadas de Berlim, em 1936, Jesse faturou 4 medalhas de ouro nas provas de atletismo. Mesmo com enorme destaque, por ser negro, ele não foi parabenizado pelo líder nazista Adolf Hitler e nem pelo presidente de seu país, Franklin Roosevelt.

Jovelina Pérola Negra
Uma das integrante da dinastia das grandes vozes femininas do samba, Pérola Negra trabalhou como empregada doméstica e vendedora linguiça. Aos 40 anos iniciou sua carreira e conquistou o público. Ao todo, gravou 6 discos.

Ray Charles
Considerado pela revista "Rolling Stone" como o 2º maior cantor de todos os tempos, Ray é sem sombra de dúvidas, um dos cantores negros de maior sucesso. Cego, tocava piano com muita maestria e não se apresentava em locais destinado somente para brancos.

Divulgação

Whitney Houston
Uma das maiores cantoras da história, Whitney é a artista feminina mais premiada. Vendeu 200 milhões de cópias de seus álbuns e suas interpretações se tornaram tão marcantes que a levaram para as telas do cinema. Foi compositora, atriz, produtora cinematográfica, empresária e modelo, tudo com muito esmero.

Nelson Mandela
Um dos mais poderosos símbolos da luta contra o Apartheid, Mandela foi presidente da África do Sul por 5 anos e considerado o Pai da Pátria. Passou 3 décadas presos por "praticar terrorismo contra o regime Apartheid". Em 1993 recebeu o Nobel da Paz.

Aretha Franklin
Foi rainha do Soul e a segunda mulher com mais Grammy na história. O legado de Aretha se estende por seis décadas e mergulha no pop, rock e ópera com perfeição.

Pelé
Um dos melhores jogadores do mundo, o brasileiro Pelé ganhou diversos títulos em sua carreira e foi eleito pela FIFA como o Melhor Jogador de Futebol do Século XX.

Beyoncé
A história de Queen B vai além dos palcos e sua postura feminista. Beyoncé disserta muito bem sobre relacionamentos, racismo e resistência em suas canções. Além de muitos prêmios, foi eleita pela Forbes como a uma das celebridades mais bem pagas do mundo.

Barack Obama
Além de ser o primeiro negro eleito à presidência da República dos Estados Unidos, Barack foi vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 2009.

Elza Soares
Elza Soares já foi eleita pela "BBC", de Londres, como a cantora do milênio.

Michael Jackson
O rei do Pop começou sua ascensão ainda na infância com os irmãos no Jackson 5. Foi um dos responsáveis por abrir as portas para diversos artistas negros de forma internacional. Michael teve a tonalidade da pele alterada por causa da doença vitiligo, mas sempre teve orgulho de ser negro.

Comentários