Morre, aos 80 anos, por falência de órgãos, Ruy Faria, do MPB4

12 de janeiro de 2018, 11h26, por Alexandre Murari
Divulgação

Morreu na tarde desta quinta-feira, 11, aos 80 anos, no Rio de Janeiro – RJ, no Hospital Federal de Bonsucesso, Ruy Faria, ex-integrante e um dos fundadores do grupo MPB4, de acordo com informações divulgadas pela esposa do músico, Cynara Faria, no Facebook.

→ Paramore convida ator de Stranger Things para show ao vivo

→ Paul McCartney e Lady Gaga gravam faixa para animação

"Pedimos a todos que elevem os seus pensamentos para um homem que valorizou a alegria de viver, o bom humor, a amizade e principalmente a criatividade. Vamos lembrá-lo sempre com esses requisitos que eram a sua marca", escreveu.

→ Dona de "Despacito" trabalha nova música para Ivete Sangalo

De acordo com o jornal "O Estado de São Paulo", o óbito foi consequência de uma falência múltipla dos órgãos, isto em decorrência de uma pneumonia. O velório e enterro do cantor ainda não tiveram os seus horários e locais divulgados.

→ Sandy grava clipe de canção de 'O Outro Lado do Paraíso'

Cantor, compositor e produtor musical, Ruy Faria começou a sua carreira em 1964 com o Conjunto do CPC, que depois se tornou o MPB4 e, ao lado de Aquiles Reis, Miltinho e Antônio José Waghabi Filho, o Magro, ficou na ativa até 2004, quando foi anunciado o fim do grupo.

Após o término do MPB4, Ruy Faria lançou um álbum com o compositor Carlinhos Vergueiro, seu último trabalho em estúdio. Em 2008, ele digiriu e adaptou nos teatros o musical "Calabar", de Chico Buarque e Rui Guerra. Além de músico, Ruy era advogado.

Comentários