artistas

Ministério Público alega forte apelo sexual em música do Bonde Das Maravilhas

17 de maio de 2013, 11h11, por Amanda Ramalho

Uma denúncia feita pelo Conselho Tutelar de Minas Gerais, colocou o Bonde Das Maravilhas na mira do Ministério Público de Niterói. O conselho declara que há um forte apelo sexual na coreografia da faixa "Aquecimento das Maravilhas".

Divulgação

A promotoria começou a apurar eventuais irregularidades nas apresentações das garotas depois que o Ministério instituiu uma questão administrativa junto à Promotoria da Infância e Juventude de Niterói.

Outro ponto que será avaliado é a questão escolar. A dançarina mais velha, Kathy, de 20 anos, é a única que possui Ensino Médio completo. Os pais das outras integrantes, com idade entre 13 e 17 anos, foram ouvidos pelo Ministério Público para que o assunto fosse esclarecido.

Henrique Millão, empresário das donas de "quadradinho de oito", afirma que as mães autorizaram a participação das meninas que agora estão preparando músicas voltadas para o público infantil.

Comentários