Justin Bieber e Hailey Baldwin: sexo só depois do casamento

07 de fevereiro de 2019, 15h45, por Amanda Ramalho
Divulgação/ Vogue

Capa da edição de março da revista "Vogue", Justin Bieber e Hailey Baldwin estão radiantes com o casamento que está prestes a chegar.

O cantor aproveitou para falar um pouco sobre sua vida, contou diversas curiosidades, mencionou o relacionamento e comentou os motivos pelo quais optaram por fazer sexo só depois do casamento.

"Só estou lutando para fazer isso da maneira certa, para construir um relacionamento saudável. Eu quero que as pessoas saibam disso. Estamos vindo de um lugar realmente genuíno. Mas somos dois jovens que estão aprendendo durante o caminho. Não vou sentar aqui, mentir, e dizer que é tudo uma fantasia mágica. Sempre será difícil", contou Bieber.

O dono de "Boyfriend" contou que ainda tem dificuldade para confiar nas pessoas: "Eu luto com a sensação de que as pessoas estão me usando ou que não estão lá de verdade por mim, e que escritores estão procurando algo sobre mim, para usar contra mim. Uma das coisas mais importantes é confiar em mim mesmo. Eu tomei algumas decisões ruins pessoalmente e em relacionamentos. Esses erros afetaram minha confiança e meu julgamento. Tem sido muito difícil para mim confiar na Hailey. E temos trabalhado isso", desabafou.

Bieber assumiu que tem um temperamento complicado, mas que aos poucos e juntos, ele tem melhorado muito.

"Eu sou um cara emocionalmente instável. Sofro para encontrar paz. Eu quero que as coisas sejam tão boas e que as pessoas gostem de mim. Hailey é muito estruturada e racional, e é isso que eu preciso. Eu sempre quis segurança, com o meu pai ficando ausente às vezes quando eu era criança, e por viver na estrada. Com o estilo de vida que eu tenho, tudo é muito incerto. Eu preciso de uma coisa certa. Que é o meu amorzinho", confessou.

DIvulgação/ Vogue

Em relação ao sexo, a crença religiosa de ambos pesou bastante e Justin, que já estava em processo de celibato e há um ano sem transar quando voltou com Hailey, decidiu que seria melhor praticar o ato só depois do casamento.

"Deus não pediu para que a gente não fizesse sexo por causa de regras e coisas assim. Ele está tentando proteger a gente da dor. Acho que sexo causa muita dor. Às vezes, as pessoas fazem sexo porque não se sentem boas o suficiente. Mulheres e homens fazem isso. Quis me dedicar a Deus assim, pois achei que era a melhor forma de cuidar da minha alma. Acredito que Deus me abençoou trazendo a Hailey como resultado".

O cantor frequenta a Igreja Pentecostal  Hillsong, desde 2017 quando se convertou a religião evangélica. Já a modelo é filha de pastores e juntos vão a mesma igreja.

Fique por dentro de todas as notícias que rolam por aqui! Curta a nossa página no Facebook!

Comentários