Justiça nega recurso e Anitta deve pagar R$ 3 mi a ex-empresária

13 de março de 2018, 15h49, por Alexandre Murari
Divulgação

Na Justiça há anos, a batalha entre Anitta e sua ex-empresária, Kamila Fialho, de acordo com o jornal "O Globo", ganhou um capítulo pouco satisfatório para a funkeira, que deverá que depositar três milhões na conta de Kamilla. Caso não pague a ex-empresária, a arista terá os seus bens bloqueados pela Justiça.

→ Luan Santana completa 27 e fãs fazem a festa na web

→ Craig Mack, rapper americano, morre aos 46 anos nos EUA

Este foi o segundo recurso da cantora para tentar evitar o pagamento. Contudo, três desembargadores deram razão à produtora K2L, de Fialho, que acusa Anitta de não pagar a multa estipulada por rompimento de contrato.

→ Katy Perry surpreende ao tirar "BV" de participante do American Idol

A quantia é somente parte do que Kamilla pede na Justiça. De acordo com o seu advogado, Leonardo Gomes, o valor da indenização está hoje em R$ 14 milhões. Se unir a indenização ao que a empresária deixou de ganhar com o contrato interrompido, o valor da causa pode ultrapassar os R$ 30 milhões.

Comentários