Justiça de MG decreta prisão do funkeiro Latino

06 de fevereiro de 2018, 15h55, por Alexandre Murari
Divulgação

A Justiça de Manhuaçu, cidade de Minas Gerais, decretou a prisão do cantor Latino por conta de uma nova dívida de pensão alimentícia, de acordo com o jornal "Extra".

→ Sandy participa de novo álbum da banda Angra

A decisão foi expedida em mandado pelo Juiz Walteir José da Silva, que acatou a acusação de Neusimar Cosendei, mãe de uma filha das filhas de Latino, de cinco meses. De acordo com Neusimar, Latino só conhece a filha por foto:

→ Axl Rose deve continuar como vocal do AC/DC

→ Kondzilla passa Whindersson Nunes e é o maior canal do país

"Venho desde a gravidez pedindo ajuda para alimentar a minha filha, que passa necessidades, pois mesmo eu trabalhando duro para sustentá-la, não consigo suprir todas necessidades que uma criança precisa".

A mãe também revelou que o funkeiro deixou de ajudá-la financeiramente: "Ele nunca fez depósitos seguidos, e há cinco meses não manda nada e não responde as minhas mensagens", desabafou a moça.O cantor pode ser preso a qualquer momento, mas o seu advogado informou que ainda não sabe sobre o mandado.

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que Latino corre o risco de ser preso por não pagar pensão alimentícia. Em setembro do ano passado, a juíza Cristiane de Sá Berbat, do Rio de Janeiro, decretou a prisão do cantor por ele não pagar a pensão de um outro filho (Matheus, de 5 anos). Na ocasião, Latino acabou quitando a dívida cinco dias depois e se livrou da prisão.

Comentários