Jane Duboc grava com grandes nomes da MPB

30 de março de 2017, 13h16, por Alexandre Murari
Divulgação

A cantora Jane Duboc está preparando uma novidade para 2017: o álbum "Duetos", que traz participações especiais de grandes nomes da música brasileira. Jane reunirá grandes ídolos e amigos que fizeram parte de sua brilhante carreira para dar um toque a mais de emoção no seu novo álbum.

→ "Ele e Ela" é o carro-chefe de "Chiclete", do Pixote

Além de seu filho, Jay Vaquer, outras participações já estão confirmadas como Roupa NovaOswaldo Montenegro e Mafalda Minnozzi.

Daniel Figueiredo foi a peça que faltava para iniciar o álbum e a parceria dos dois foi essencial para o projeto criar corpo. "É uma bênção ter essa liberdade toda para trabalhar, principalmente nesse estúdio maravilhoso e com pessoas incríveis", diz Jane.

Para Daniel, participar desse projeto com Jane está sendo uma honra. "É maravilho trabalhar com uma pessoa imensamente talentosa e uma das maiores cantoras do mundo. O momento em que ela estava no meu estúdio tocando piano e cantando acústico foi essencial para saber que deveríamos fazer um disco mais 'Jane' possível", diz Daniel. "Nós queremos explorar todo o potencial dela e tudo o que vier, será também de altíssimo nível", completa Luiz Helenio, produtor Executivo do disco.

Natural de Belém, Jane possui grande experiência musical e uma carreira marcante na MPB. Além de inúmeros discos e CDs autorais, ela já realizou shows pelo Brasil e exterior. O novo álbum terá releituras de músicas já consagradas e também promete uma música inédita.

"Vai ser um CD intimista e cheio de amor por trazer pessoas que fizeram parte da minha vida e da minha carreira", comenta Jane. "Duetos" será lançado pelo sistema de financiamento coletivo Kickante, em que o público compra o disco com antecedência.

O sistema Crowdfunding tem sido utilizado para realizar grandes projetos que eram impossíveis de se realizar pelo sistema antigo das gravadoras. Grandes artistas como  Rick Wakeman, Marillion, Def Leppard, Michael Bolton e Jethro Tull já adotaram esta nova maneira de produzir música. 

Comentários