artistas

Audioslave retorna aos palcos em ato contra Donald Trump

18 de janeiro de 2017, 11h37, por Alexandre Murari
Divulgação

A polêmica eleição de Donald Trump movimenta, a cada dia mais, o mundo dos artistas norte-americanos.

Se Madonna usou os pelos pubianos para convocar mulheres contra o presidente eleito, o grupo de rock Audioslave, após 12 anos fora dos palcos, anunciou seu retorno somente para bater de frente com Trump.

→ Ludmilla quer a prisão de jornalista que a chamou de macaca

A banda estará no evento "Anti-Inaugural Ball", que rola no mesmo dia da posse do presidente, na próxima sexta-feira, 20, e contará com outros artistas como Vic Mensa, Jackson Browne, Prophets of Rage e Jack Black. Porém, enquanto Trump falará para o povo norte-americano em Washington, D.C., os grupos protestarão contra o político em Los Angeles.

Organizado pelo grupo de rap Prophets of Rage, a convocação para o evento traz algumas palavras de ordem que foca na resistência àquilo que Donald Trump parece representar para a sociedade. "Resistência ao racismo. Resistência ao sexismo. Resistência à homofobia. Resistência ao bullying. Resistência à devastação ambiental. Resistência ao fascismo, Resistência a Donald Trump", convoca o texto publicado no Facebook dos organizadores.

Comentários