#NovembroAzul

01 de novembro de 2018, 09h55, por Vanessa Vezenfati
Divulgalção

O mês para a conscientização dos homens chegou! Novembro Azul, o mês da informação sobre o câncer de próstata, um mal que atinge cerca de 1 em 9 homens.

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, depois do câncer de pele. Embora seja uma doença comum, por medo ou por desconhecimento, muitos preferem não conversar sobre esse assunto.

Atualmente recomenda-se que os homens realizem os exames de prevenção do câncer de próstata a partir dos 50. Já em pacientes com históricos na família, o ideal é que comece a partir dos 40 anos.

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima-se que para cada dois anos, 2018/2019, sejam diagnosticados 68.220 novos casos de câncer de próstata no Brasil. Esses valores correspondem a um risco estimado de 66,12 casos novos a cada 100 mil homens.

Por isso a informação é tão importante, para acabar com os tabus de machismo e virilidade. Precisamos que mais homens se conscientizem e previnam-se. Façam os exames!

Para falar de um assunto tão importante, trouxemos figuras masculinas e famosas que já passaram por essa doença e superaram:

Em 2003, aos 60 anos, Robert De Niro descobriu o câncer de próstata em estágio inicial, devido a exames frequentes. O ator terminou seu tratamento e teve seu sexto filho em 2011, aos 68 anos.

Jayme Monjardim, diretor global, também foi diagnosticado, às vésperas de completar 60 anos. Ele revelou ao site "EGO" na época que não teve sequelas e logo voltou a trabalhar.

O sambista Martinho da Vila soube que tinha a doença aos 70 anos, em 2008, ao realizar o exame de PSA (Antígeno Prostático Específico - exame de sangue) e escolheu fazer a cirurgia.

O "pai do soul", conhecido como James Brown, também levou esse susto em 2004, mas passou por cirurgia e logo se recuperou. O que levou sua morte em 2006, não foi o câncer e sim a insuficiência cardíaca causada por complicações de uma pneumonia.

Quem não conhece o ator Ben Stiller? Ele lutou contra a doença durante dois anos, e ano passado, resolveu contar a todos e alertar sobre o diagnóstico precoce do câncer de próstata: "Nesse mundo imperfeito, eu acredito que a melhor forma de determinar o curso de ação para o melhor tratamento, ainda que em um câncer mortal, é a detecção precoce".

Saiba mais sobre o câncer de próstata

Mas o que é o câncer de próstata?

A doença acontece quando a um crescimento descontrolado de células (que se multiplicam e substitui as mais antigas), formando tumores que podem ser benignos ou câncer.

O que aumenta o risco de ter o câncer de próstata?

- Idade – O risco aumenta com o avançar da idade;
- História de câncer na família – Pai ou irmão que tiveram câncer de próstata antes dos 60 anos;
- Sobrepeso e obesidade – O risco é maior para homens com peso corporal elevado.

É possível diminuir a chance do câncer de próstata?

- Ter uma alimentação saudável;
- Manter o peso corporal adequado;
- Praticar atividade física;
- Não fumar;
- Evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

Quais os exames utilizados para investigar o câncer de próstata?

- Exame de toque retal – É feito pelo seu médico de forma segura, introduzindo o dedo. Este exame permite palpar as partes posteriores e lateral da próstata;
- Exame de PSA – exame de sangue que mede a quantidade de uma proteína produzida pela próstata. Que pode identificar o câncer, mas também doenças benignas da próstata.

O novembro azul chega para mostrar a importância dos exames preventivos. Se ligue e deixe o preconceito de lado! O site Kboing apoia essa causa.

Fonte: INCA

Comentários