músicas: escolha seu artista

#Drops: Projeto fotográfico, mães adolescentes e mais

23 de outubro de 2017, 15h35, por Alexandre Murari
Divulgação

Pesquisa alerta para alto número de mães adolescentes

Recentemente, um relatório divulgado pelo Instituto Nações Unidas Mundos Distantes aponta que, no Brasil, um em cada cinco bebês nasce de mães adolescentes. Ou seja, são 65 gestações para cada mil meninas de 15 a 19 anos.

Os dados, levantados entre 2006 e 2015, coloca o Brasil como o sétimo país da América do Sul a mais ter mães adolescentes. Em contrapartida, países como a França e a Alemanha, por exemplo, registram seis e oito casos a cada mil meninas.

Apesar do percentual ainda ser alto, o Ministério da Saúde informa que a gravidez na adolescência teve uma queda de 35% no Brasil. A redução foi de 750.537 nascidos vivos de mães entre 10 e 19 anos, em 2004, para 489.975, em 2015.

Segundo o ministério, a diminuição está relacionada a vários fatores, entre os quais a expansão do programa Saúde da Família e o programa Saúde na Escola, que oferece informação de educação em saúde. Apesar dos esforços, 66% das gravidezes em adolescentes são indesejadas.

Divulgação

Saiba onde salvar as fotos do seu celular na internet

Atualmente, de acordo com uma estatística divulgada pelo serviço InfoTrends, somente em 2017, em todo o mundo, já foram tiradas mais de 1 trilhão de fotos, por conta do avanço tecnológico e da facilidade que todos encontram em fazer uma fotografia em seus celulares.

De certa forma, esse alto número de imagens exige mais espaço de memória nos celulares, e é por conta disso que trouxemos aqui alguns serviços via internet para você salvar as suas fotos.

Google Fotos:

Considerada por muitos como a melhor opção para economizar espaço, principalmente para quem não se importa em reduzir a qualidade das imagens, o Google Fotos mantém a boa qualidade para impressão e uma aparência muito próxima da original.

iCloud:

O serviço de nuvem da empresa do iPhone também permite que o usuário faça um backup de documentos, contatos e configurações de seus gadgets.

Flickr:

É um dos serviços mais antigos para armazenamento de imagens e é uma boa opção para fotógrafos. Mesmo longe do seu ápice em questão de popularidade, o serviço oferece 1 TB de espaço gratuito. É possível criar álbuns, incluir tags com informações sobre sua foto (localização, câmera usada, dentre outros).

Dropbox:

Conta com aplicativos para iOS e Android, com sincronização automática de fotos para a nuvem. Após mandar seus cliques para a nuvem, é possível criar pequenas apresentações com suas principais memórias para compartilhamento. Também é possível mandar diretamente os arquivos para seus amigos e familiares.

Divulgação

Fotógrafa cria projeto fotográfico que retrata a dor de perder um filho

Após dar a luz a um bebê que nasceu morto, a fotógrafa americana Sue Butterworth lançou o projeto fotográfico para ajudar ela e outras mulheres que sofreram da mesma dor a superar o sofrimento. Trata-se do Empty Photo Project.

Na descrição do projeto, Sue revela: "Espero criar um diálogo, abordar de frente a perda de uma criança, dar rosto a ela e mostrar à comunidade que as pessoas que perderam seus filhos estão por toda parte, muitas vezes, ao nosso lado sem que saibamos. É real. Não vamos fugir de falar disso".

Nas fotos, as mães seguram um espelho, que depois é alterado digitalmente para mostrar o estado emocional de cada uma delas.

Comentários