ouvir : conectando
aleatório
repetir
sem intro
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"

Elis Regina

Pot-Pourri

  • traduzir letra
  • imprimir letra
  • corrigir
  • ajuda
O morro não tem vez
E o que ele fez já foi demais
Mas olhem bem vocês
Quando derem vez ao morro
Toda a cidade vai cantar

Escravo no mundo em que estou
escravo no reino em que sou
mas acorrentado ninguém pode amar
mas acorrentado ninguém pode amar

Feio não é bonito o morro existe
mas pedem pra acabar
canta mais canta triste
proque tristeza é só o que tem pra contar
Cora mais chora rindo porque valente
nunca se deixa quebrar
ama o morro ama amor bonito que pede aflito
que pede outra história

Vamos, carioca, Sai do teu sono devagar
O dia já vem vindo aí O sol já vai raiar
São Jorge, teu padrinho
Te dê cana pra tomar Xangô, teu pai, te dê
Muitas mulheres para amar

Saravá ogum
Mandinga da gente continua
Cadê o despacho pra acabar
Santo guerreiro da floresta
Se você não vem eu mesmo vou
Brigar

A felicidade é como a pluma
Que o vento vai levando pelo ar
Brilha tão leve, mas tem a vida breve
Precisa que haja vento sem parar

Subi lá no morro
só pra ver o que o negro tem
Pra sambar gostoso
e fazer samba como ninguém
Subi lá no morro
só pra ver o que o negro tem
Pra cantar gostoso
e fazer samba como ninguém

Vou andar por aí, perguntar por aí
Pra ver se eu encontro
A paz que perdi(2x)

A sorrir eu pretendo
levar a vida
Pois chorando eu vi
a mocidade perdida (2x)

Se alguém perguntar por mim
Diz que fui por aí
Levando um violão em baixo do braço
Em qualquer esquina eu paro
Em qualquer botequim eu entro
E se houver motivo
É mais um samba que eu faço
Se quiserem saber se volto diga que sim
Mas só depois que a saudade se afastar de mim
Só depois que a saudade se afastar de mim

Acender as velas já é profissão
Quando não tem samba, tem desilusão
Acender as velas já é profissão
Quando não tem samba, tem desilusão

Eu sou o samba
A voz do morro sou eu mesmo sim senhor
Quero mostrar ao mundo que tenho valor
Eu sou o rei dos terreiros
Eu sou o samba sou natural aqui do Rio de Janeiro
Sou eu quem leva a alegria para milhões
De corações Brasileiros

O morro não tem vez
E o que ele fez já foi demais
Mas olhem bem vocês
Quando derem vez ao morro
Toda a cidade vai cantar

músicas | letra

Top Músicas

Denunciar conteúdo inapropriado

Kboing Radio OnLine
Aviso Legal - Política de Privacidade | Anuncie

Facebook
Google Plus
Rádio Kboing FM
Notificar erro
Selecione abaixo o tipo de erro da música


código incorreto, tente novamente(trocar imagem)
você deve selecionar uma das três opções antes de enviar 
Minha playlist
Colocar texto bem aqui pro caboclo ficar feliz e voltar pra casa
Minha playlist
Crie um nome para sua playlist nova ou substitua as músicas de uma playlist existente
Dê nome para sua playlist
substitua as músicas da playlist
ou
 
Atualizar Video
Você pode contribuir e corrigir o video desta música
Adicione a url correta do vídeo do YouTube
Ex.: https://www.youtube.com/watch?v=EDwb9jOVRtU
ARTISTA:

MÚSICA: