carregando
aleatório
repetir
sem intro
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"

1Kilo

O Surto

  • traduzir letra
  • imprimir letra
  • corrigir
  • ajuda
A menina doce me olha
Seus olhos de Medusa transforma tudo em pedra
E o meu coração de gelo
Na senha do cofre em Genebra
Esse ano, juro, a gente sai da merda
Ela sofre, mas gosta
Ela é forte, nunca chora
Comemora minha vitória
Ela não é nada pra mim
Eu também não sou nada dela
Ela quer o que é pilha
A gente transa, depois goza
Abre a porta e vai embora pra próxima festa
Um mundo todo lá fora
E a gente aqui dentro tramando a meta
Os moleque da favela reunido
Hoje nós vai andar no tapete vermelho
Ela reflete no espelho o seu jeito assassino
E reflete nos seus olhos todo meu desejo

Já vi tanta gente cair
E por tantos outros eu permaneço aqui
Pra quem só quis me reduzir
Te mostrei toda amplitude dos meus pensamentos
Esse ano eu vou roubar o mundo
Me mostrei na ativa desde o princípio
Esse ano 1Kilo rouba o mundo

Alimenta novas fantasias nos meus pensamentos
(Novas fantasias nos meus pensamentos)
Alimenta novas fantasias nos meus pensamentos
(Novas fantasias nos meus pensamentos)
Alimenta novas fantasias nos meus pensamentos
(Novas fantasias nos meus pensamentos)
Alimenta novas fantasias nos meus pensamentos
Ela é dona de todo o veneno, dona de todo o veneno
Ela é dona de todo o veneno, dona de todo o veneno
Ela é dona de todo o veneno, dona de todo o veneno

A arte da base da tese
Freestyle entrete no rec
Disparo verso pesado, soldado lá do Viet
Do RJ ou DF, Santa Fé rasga BR
Os contato foi fechado, e eu trago 1Kilo de rap
Sai da frente, homi, tu me segue
20 clã aka DF
Abafe a mão se for só class
A cura da boa libere
Mil vez até se refere
Responsa chapa nas track
Meu pai me dizia: Acorda, moleque!
O corre é pra quem se envolve
Se resolve aí com nego nesse boom track
Mas conselho de pai é o que serve
E o bom filho retorna à casa com a conta cheia de cash
Eu vi o sorriso deles maquiando a própria inveja
E eu assistindo e rindo esse filme de comédia
Vi a ganância deles por metade das moedas
Senti o medo deles quando eu ditei as minha regra
E na calada pisa a cara, matando tua depressão
Cês tão de cara, fala mermo, o bonde tá pesadão
Tô com os comparsa chei de marra, bendita foi a canção
Só pá meu parça, não viaja
Balaclava na missão

Ambition Az a Ridah é tipo Die or Get Rich
Quem atira não avisa
Vida corre, quero morrer como um rei
Eles querem me matar pelo que eu sei
Mas não vinga, tipo
Tipo os menor chei de marra que trabalha
Incomoda porque lota as casa em qualquer área
Rico sem ter carteira assinada
Tipo Didico, prefiro minha paz de quebrada
Minha agonia quebrando mandíbulas
Quero meu saldo com várias vírgulas
Firma milionária
Esquivando de vadias e víboras
Família em primeiro plano, 1Kilo é o trem bala

Para de surfar no meu hype
Para de surfar no meu hype
Fala mal de mim, fala mal da banca
Mas não compra a bronca enquanto a banca conta as nota
Quanta placa em cima, quanta mina quando toca
Pode vir fazer fofoca
Recalcado, cala a boca, pode trocar de cena
Nós faz a cena ser nossa
Não que eu não possa
Mas se eu quiser, mermão, eu faço até o Neymar ser nosso
Sou movido a ego, rimo pra caralho mesmo
Só pra falar que eu rimo pra caralho mesmo, prego
Rimo pra caralho mesmo, e todos eles pensam assim
A diferença é que eu te falo
Não fico enrustindo ego

Te mostrei toda amplitude dos meus pensamentos
Esse ano eu vou roubar o mundo
Me mostrei na ativa desde o princípio
Esse ano 1Kilo rouba o mundo

Esse ano roubamo tudo, inclusive a cena
Inimigos não dão trabalho, eles só dão pena
Tremam quando eu vir, 1Kilo elimina a concorrência com um só tiro
Mano, juro que eu nem miro
Alguns anos de sacrifício
Topo do topo do topo, cumprindo ossos do ofício
Quebro tabu por vício
Te assusto, progresso A+
É só o início, fazendo mais grana que inimigo
1Kilo, ainda vejo o perigo e mantenho a risada
Quem vê nós assim, num imagina que o perigo deles pra nós é só piada
Passa nada e nem pode
Eles são aquele tipo de foda que não fode
Ou melhor: Só se fode
Sou maior que todos eles que querem me ver caído
Inveja não vende, me chamam de vendido
Troquei a do Manchester pela do Barça
Tatuei verdades na cara, é o terror dos farsa
Me vê e disfarça
Que eu tatuei verdades na cara pra botar terror nos farsa

Te mostrei toda amplitude dos meus pensamentos
Esse ano eu vou roubar o mundo
Me mostrei na ativa desde o princípio
Esse ano 1Kilo rouba o mundo

Na madruga, eu paro e vejo
Olho gordo é igual caranguejo
Mas não saca a pistola
Se tu sacou ela, tu vai ter que atirar, irmão
Já são quase 30 anos que eu olho pra minha vida
E eu tenho tantos planos, planos
E quando eu perco, eu percebo
Que o peso é o preço de quem vive no sofrimento
Meu argumento é rápido, na rua eu sou ágil
Afronto o mundo opressor e encaro o sistema de ralo
Não fique parado à espera de um milagre
Não ache que é desse jeito
Que vai cair do céu uma casa ou um emprego
Um carro, um apartamento, que tu vai ficar famoso
Com isso eu nem esquento
Eu só lamento por esses tipo de mente que mente pra si próprio
E não entende que o óbvio é um efeito de um protótipo alienado em um sistema caótico

Querem me vender como uma obra de Picasso
Logo na semana de um encontro diabólico
Pô, suspiro, lógico, é clássico de um sistemático
Até o presente momento, só bêbado estive sóbrio
Liguei no Vini de la crime
Tô precisando de peça, precisando montar um plano
Tô precisando de estratégia
Querendo viver sem rédea e ficar rico esse ano
Eu tô fodido
Se eu não mudar de vida
Acho que eu vou cair em desespero, depressão ou na graça do povo
É de rir pra não chorar, na merda e chorando de rir
Pode me crivar de bala, mas pro sistema eu não volto
Cês torcia pra ver tragédia
Agora pega sua visão, fica piano e fita os traje
No clima de Libertadores
Sou o cavalo paraguaio que chegou e saiu do quase
Huuum, tento dar rumo pra minha vida
E a conta não tá preocupada se o manin virou vapor
Pensando em paz restituída
Enquanto a creche me critica que autotune é de robô
Elas me perguntam: Por que cê pergunta tanto?
Acho que eu já cheguei no nível de todas se perguntarem
Vivendo um conflito interno, tô com a alma em sacrifício
E o corpo é pele e sacanagem, aí danou-se

músicas | top novidades | top artistas | letra

Mais ouvidas de 1Kilo

músicas

Top músicas do Kboing
top músicas

Denunciar conteúdo inapropriado

Facebook
Google Plus
Rádio Kboing FM