ouvir : conectando
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"
  • traduzir letra
  • imprimir letra
  • corrigir letra
  • ajuda


Oh, eu não sei se eram os antigos que diziam
Em seus papiros Papillon já me dizia
Que nas torturas toda carne se trai
E normalmente, comumente, fatalmente, felizmente
Displicentemente o nervo se contrai
Ô, ô, ô, ô, com precisão

Nos aviões que vomitavam pára-quedas
Nas casamatas, casas vivas caso morras
E nos delírios, meus grilos temer
O casamento, o rompimento, o sacramento, o documento
Como um passatempo quero mais te ver
Ô, ô, ô, ô, com aflição

Meu treponema não é Pallidum nem viscoso
Os meus gametas se agrupam no meu som
E as querubinas meninas rever
Um compromisso submisso, rebuliço no cortiço
Chame o Padre Ciço para me benzer
Ô, ô, ô, ô, com devoção


Mais músicas de Zé Ramalho

músicas | top novidades | top músicas | top artistas

mais músicas

Nocaute - Jorge e Mateus
Até Você Voltar - Henrique e Juliano
Diz Pra Mim - Malta
Saudade Idiota - Lucas Lucco
Wiggle (feat. Snoop Dogg) - Jason Derulo
Cobertor (Part. Projota) - Anitta
Céu Azul - Charlie Brown Jr.
Domingo de Manhã (Acústico) - Marcos & Belutti
Cê Topa (Ao Vivo 2013) - Luan Santana
Dark Horse (feat. Juicy J) - Katy Perry