carregando
aleatório
repetir
sem intro
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"

Padre Fábio de Melo

Deus no Esconderijo do Verso (Ao Vivo)

  • traduzir letra
  • imprimir letra
  • corrigir
  • ajuda


Quando a voz escondida no vento resolve cantar
Quando o verso embrulhado nas ondas aprende a dizer
Quando estrela cadente no céu faz clarão na cidade
O poeta que vê, sob a luz já se prostra

Tanta cruz, tanta desarmonia no mundo a gritar
E o poeta com a luz recebida prepara o altar
E no rito que bem aventura a palavra consola
Tira o peso da cruz, solidão vai embora

Toda vez que a divina palavra na voz tão humana
Se traduz, se revela nos canto e bendiz
Alinhado esse chão ao seu céu
Faz bordado nas almas dos réus
Põe caminhos nos pés dos que antes não tinha aonde ir

Toda vez que o dourado do céu cai na prata da história
E o mistério se deixa mostrar nos caminhos da voz
Faz profeta, o poeta e cantor
Da palavra faz gesto de amor
E polvilha de luz o caminho pra quem nele for

Toda vez que o profano recebe no ventre da alma
A beleza da arte que em Deus tem raiz
O divino nos desce do céu
Sobre o mundo derrama o seu véu
E a beleza rendibe o caminho nos põe noutra luz

Quando a dor no secreto do mundo consegue falar
Com tal coisa alojado nas sombras aprende a dizer
Quando a morte nas dramas da vida nos rouba a palavra
O artista que vê, pede a Deus a resposta

E num misto de luz e ternumbra se põe a buscar
A resposta que nunca responde mas faz prosseguir
E na arte que reza sem voz todo artista tempera
A dureza do chão, com esperanças eternas

Toda vez que a divina palavra na voz tão humana
Se traduz, se revela nos cantos e bendiz
Alinhado esse chão ao seu céu
Faz bordados nas almas dos réus
Põe caminho nos pés dos que antes não tinha aonde ir

Toda vez que o dourado do céu cai na prata da história
E o mistério se deixa mostrar nos caminhos da voz
Faz profeta, o poeta e cantor
Da palavra faz gesto de amor
E polvilha de luz o caminho pra quem nele for

Toda vez que o profano recebe no ventre da alma
A beleza da arte que em Deus tem raiz
O divino nos desce do céu
Sobre o mundo derrama o seu véu
E a beleza rendime o caminho nos põe noutra luz

músicas | top novidades | top artistas



Mais ouvidas de Padre Fábio de Melo

músicas

Top músicas do Kboing
top músicas

Denunciar conteúdo inapropriado

Facebook
Google Plus
Ouvir Rádio Kboing FM