Músicas - Escolha Seu Artista

CFM atualiza regras de fertilização in vitro para mulheres acima de 50 anos

23 de setembro de 2015, 10h08, por Marayná Freitas
Divulgação

O Conselho Federal de Medicina (CFM) anunciou que agora as mulheres com mais de 50 anos serão liberadas para realizar o tratamento de inseminação artificial sem autorização da entidade. Além delas, as mulheres em relação homoafetiva que desejam ter um filho também poderão ter uma gestação compartilhada, com uma recebendo o óvulo da outra.

Os procedimentos só poderão ser realizados se as pacientes assumirem os riscos juntamente com seus médicos, visto que há grande risco gestacional para a mulher cinquentenária, por exemplo. Ela tem 60% a mais de chances de ter diabetes e pressão alta gestacional, além da probabilidade maior de ter um bebê prematuro. Para as que optarem pela gestação compartilhada, o óvulo de uma das companheiras poderá ser colocado no útero da outra depois de receber o espermatozóide de um doador. A nova resolução constata ainda que apenas as mulheres que já estão em tratamento para engravidar podem doar óvulos, para evitar o mercado de gametas. O Conselho já detectou antes, casos de mulheres saudáveis que doavam seus óvulos em troca de cirurgia plástica, por exemplo.

Essa é a terceira atualização de regras de fertilização in vitro desde 1992, quando a resolução sobre reprodução assistida foi criada pelo CFM. As novas regras passam a valer depois da publicação oficial do órgão, que deve acontecer ainda nesta semana.

Fonte: Globo – "Bem Estar"

Fique por dentro de todas as notícias que rolam por aqui! Curta a nossa página no Facebook!

Comentários