ouvir : conectando
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"
  • traduzir letra
  • imprimir letra
  • corrigir letra
  • ajuda


Eu nasci pelas mãos de parteira,
Me criei la no fundo da grota
Calejado de andar de tamanco
Fui comprar minha primeira bota...

Na botega do seu Edmundo,
Me custou oito sacos de milho
Eu sai andando mais pachola
Do que égua que tem dois potrinho...

Ai, ai, ai
Não dispenso a borracha e a bota
Me orgulho em andar cansado
Porque fui criado no fundo da grota...

Pra escola eu ia de a pé
Atalhando os campos da fazenda
Tem na beira da estrada um cupim
Eu sentava e comia a merenda...

O caminho era o trilho do gado
Que levava eu e os meus colegas
A pezinho de bota e borracha
Levantando o perdiz das mazelas...

Ai, ai, ai
Não dispenso a borracha e a bota
Me orgulho em andar cansado
Porque fui criado no fundo da grota...

O meu pai sempre andava pinchado
De bombacha, de bota e espora
Tradição lá do fundo da grota
Só pras lidas de campo lá fora...

As vitrines do nosso país
Hoje expõe esse traje campeiro
Vestimenta que identifica
Nosso povo do sul brasileiro...

Ai, ai, ai
Não dispenso a borracha e a bota
Me orgulho em andar cansado
Porque fui criado no fundo da grota...

Mais músicas de Ernesto Nunes

músicas | top novidades | top músicas | top artistas

mais músicas

Nocaute - Jorge e Mateus
Até Você Voltar - Henrique e Juliano
Diz Pra Mim - Malta
Saudade Idiota - Lucas Lucco
Wiggle (feat. Snoop Dogg) - Jason Derulo
Cobertor (Part. Projota) - Anitta
Céu Azul - Charlie Brown Jr.
Domingo de Manhã (Acústico) - Marcos & Belutti
Cê Topa (Ao Vivo 2013) - Luan Santana
Dark Horse (feat. Juicy J) - Katy Perry