, 18h11

Entrevista: Munhoz & Mariano

Henrique Bérgamo
Munhoz & Mariano estão planejando a gravação do segundo DVD

Como a maioria das duplas sertanejas, Munhoz & Mariano começaram a tocar em barzinhos da cidade natal, Campo Grande (MS), mas eles não tinham a pretensão de encarar a música profissionalmente. Tocavam em reuniões de amigos e parentes, no entanto, o talento sempre fala mais alto e não deu para fugir do natural. Depois de lançarem um CD promocional, foram contratados pela gravadora Som Livre e o sucesso veio com o CD / DVD lançado no ano passado.

Ouvir Munhoz & Mariano
Letras de Munhoz & Mariano
Fotos do show 

Há quase três anos na estrada, a dupla se prepara para gravar um segundo DVD ainda este ano e a previsão é de que o novo trabalho esteja nas lojas até o início do ano seguinte.

Leia a entrevista exclusiva com Munhoz & Mariano e conheça um pouco mais do trabalho desses sul-mato-grossenses que estão conquistando o público que curte o sertanejo universitário:

Kboing - Conta pra gente a história da formação da dupla. Como vocês se conheceram?
Mariano - Nós somos amigos de infância. Nos conhecemos desde os 6 anos de idade, somos vizinhos lá em Campo Grande (MS) até hoje. Nos conhecemos brincando na rua mesmo e entramos na música sem nada programado, a gente tocava simplesmente para reunir os familiares, os amigos e tomar aquela cervejinha de final de semana... e as coisas foram acontecendo, começamos a ganhar um espaço em Campo Grande, tocando em alguns barzinhos. E ai sim, em janeiro de 2009 gravamos um CD promocional, começamos a fazer shows no interior do estado do Mato Grosso do Sul, expandir um pouco para o interior de São Paulo, do Paraná... fomos caminhando sempre com um passinho na frente do outro... gravamos um DVD em julho de 2010, em outubro vencemos o Garagem do Faustão e hoje estamos aí Graças a Deus!

Kboing – Nesse período em que a música não era levada como profissão, qual atividade vocês exerciam?
Munhoz - Eu trabalhava com a minha mãe, que tem uma firma de licitação pública. As licitações que ela ganhava eu montava cestas básicas.
Mariano - Eu fazia faculdade de zootecnia e fazia marmitas com a minha mãe. Fora os bicos que a gente fazia por aí.

Kboing - Vocês ainda são novos de estrada, quais são as expectativas para o futuro?
Mariano - Sim, somos uma dupla bem precoce. Iremos fazer três anos de estrada profissionalmente em janeiro. Já conquistamos várias coisas, que às vezes outras duplas trabalham 15, 20 anos e não conseguem alcançar... então nossas expectativas são as melhores possíveis! Gravar um segundo trabalho o mais rápido que pudermos, conseguir acertar um repertório bacana, pra sempre conseguir manter a carreira.

Kboing - Como está o andamento desta nova produção?
Mariano - Estamos planejando gravar um CD, DVD ainda este ano. Estamos num processo de escolha de repertório. Estou escrevendo bastante, estamos ouvindo muita música de compositores de todo o Brasil... Se Deus quiser no final do ano ou no máximo no começo de 2012 sai nosso novo trabalho, pela Som Livre.
Munhoz - O show deve acontecer em Campo Grande, o primeiro lugar que pensamos em gravar é lá... porque é a nossa casa e tem uma energia muito bacana pra gente também.

Kboing - Vocês estão planejando participações especiais nessa nova empreitada?
Mariano -
Terá participações sim, mas não temos nada confirmado. Estamos pensando nas músicas e quais delas se encaixam com cada artista que gostaríamos de dividir o palco.

Kboing - O processo de composição das músicas é feito em parceria?
Mariano - O Munhoz escreve também, mas eu me dedico um pouco mais. Escutamos muita música para nos inspirar e essa parte fica com o Munhoz, que ainda cuida dos e-mail, fazendo uma pré seleção de tudo que nos é enviado. Nós juntamos, eu trabalho mais na caneta e ele escuta mais o que vem de fora e a gente vai afunilando até chegar no que a gente realmente quer.

Kboing - O que vocês gostam de ouvir? Que tipo de som influencia no trabalho de vocês?
Mariano
- Música em geral. Falou de música é comigo mesmo.
Munhoz - Eu sou muito eclético. Escuto de tudo, desde rock ao pagode, mas o que eu gosto mais é o sertanejo mesmo.

Kboing - Qual o papel da Internet na carreira artística de vocês?
Mariano - A internet pra gente é essencial! Estamos conectados todos os dias, 24 horas no Twitter. É um jeito que a gente achou de interagir com os nossos fãs e também de divulgar o nosso trabalho. Sempre que estamos prestes a lançar alguma coisa, já postamos. Ontem mesmo (sádado, dia 8) eu escrevi uma música, fiz um videozinho e publiquei no Youtube. E falei: "Gente o que vocês acharam dessa música?". Até mesmo para a gente ter um termômetro, um jeito de sentirmos o que a galera acha, o que eles aprovam ou não. A internet pra gente é fundamental tanto no contato com os fãs como na divulgação do nosso trabalho.

Confira o recado de Munhoz & Mariano:

Da redação, por Tatiana Pires
compartilhe:  comentários
comentários
publicidade
publicidade