, 16h01

Entrevista: Diego Faria

Ele veio da Paraíba, chegou de mansinho e já fez diversas composições para artistas que estão há mais tempo no mercado fonográfico. Músicas como "A Carne É Fraca" interpretada por Jorge e Mateus, "Estressada" conhecida na voz de César Menotti & Fabiano e muitas outras, são assinadas pelo entrevistado dessa semana, o sertanejo Diego Faria.

O músico contrariou o desejo da mãe para seguir o que o coração pedia: viver de música. Em 2003 pisou em São Paulo, foi conquistando espaço e por dois anos estrelou o quadro "Jovens Talentos" do programa Raul Gil.

Oportunidades foram surgindo e com elas novos projetos, entre eles o trabalho de compor. Mas no ano passado Diego determinou que queria mais e liberou a canção "Elas Ficam Loucas", single que caiu na boca do povo e já é um grande sucesso. Batemos um papo com o músico que nos contou um pouquinho mais da sua vida profissional, confira!

Divulgação

Kboing – Conta pra gente como foi o início da sua carreira.
Diego Faria:
Nasci em Areia, no estado da Paraíba. Comecei a cantar no coral da igreja, gincanas escolares e em shows de calouros. Com 10 anos fiz meu primeiro show profissional, em um restaurante da minha cidade. Gostava de tocar músicas do Leandro & Leonardo e do Zé Ramalho.

Kboing - Diversas de suas composições são sucessos na voz de grandes nomes do sertanejo. Como é o seu processo de composição? O que te inspira?
Diego Faria:
Costumo dizer que Deus me presenteou com esse dom. Mas é claro que algumas situações do dia a dia também me influenciam na hora de compor, como uma nova paixão, histórias que ouço dos amigos, outras que imagino... e assim por diante.

Kboing – Quais artistas influenciam seu trabalho?
Diego Faria:
Eu sempre fui muito fã do Leandro e Leonardo e do Zezé di Camargo e Luciano, pelo romantismo deles... O Djavan e o Zé Ramalho também são influências muito fortes para mim. Da nova geração de artistas,  me identifico bastante com o estilo das músicas do Jorge e Mateus... trago bastante do som deles para meu trabalho. 

Kboing – O que gosta de ouvir nas horas vagas?
Diego Faria:
Eu sou muito eclético, gosto de tudo (risos). Mas me identifico muito com Zezé di Camargo e Luciano, Bruno e Marrone, Leandro e Leonardo, Djavan, Zé Ramalho, John Mayer, Jorge e Mateus.

Kboing – A música "Elas Ficam Loucas", caiu na boca do povo e hoje o vídeo já possui mais de quatro milhões de views. Como foi a produção desta canção e porque ela foi a escolhida.
Diego Faria:
Um dia eu estava com uns amigos que são jogadores de futebol e comecei a tocar "Elas ficam loucas, elas ficam loucas, com um dedim na boca"... todos se animaram e já criaram a coreografia ali na hora (risos). A música fazia sucesso em todas as rodas de amigos, pela letra animada e o clima de alto astral. Não tinha como não ser essa a música de trabalho. Logo em seguida, elaboramos o roteiro e gravamos o videoclipe... assim que ficou pronto,  já começei a trabalhar.

Kboing – Em outubro do ano passado, você lançou seu mais recente projeto, o homônimo "Diego Faria". Como foi a produção deste CD?
Diego Faria:
Escolhi as músicas do CD junto com o produtor do disco, o César Augusto... Eu já tinha algumas canções que guardei especialmente para esse projeto e outras surgiram um tempo antes de entrar em estúdio para gravar. O disco traz 15 músicas inéditas e 12 delas são composições minhas.

Kboing – Quais são os projetos para os próximos meses?
Diego Faria:
Vou continuar trabalhando na divulgação do meu último disco e começar os preparativos para gravar um DVD... com músicas que estão no meu CD e outras inéditas.

Kboing – Deixe um recado para o pessoal que curte o seu trabalho.
Diego Faria:
Queria agradecer a cada um de vocês que tem feito do meu sonho uma realidade. Obrigado a todos os fãs que acompanham diariamente minha carreira em shows ou pelas redes sociais... sem vocês nada disso estaria acontecendo.

Ouvir Diego Faria   |   Letras de Diego Faria

Por Amanda Ramalho
compartilhe:  comentários
comentários
Notícias relacionadas
publicidade
publicidade