ouvir : conectando
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"
  • traduzir letra
  • imprimir letra
  • corrigir
  • ajuda


Parece crack, mas é só a insegurança,
Fui nessa, com a peça, o bico gansa,
Estressa, é claro, cansa,
Whiskey, neon, pouca luz, ela dança,
Tô eu e meus demônios como sempre,
O cigarro, uma da quente, sem fé,
Tudo que fala mente,
Fundo do poço, é osso, e o dono da dor sente,
Amor, busquei, tipo Samba Dolente,
A luz camba, a perna bamba,
Dependente, uma cruz no plexo, reflexo deprimente,
Por entre os dedos a vida ía,
Tipo água da pia, fria, Ave Maria,

Mano, um ser humano, em estado desumano, zuado mano,
Qual orixá me passa um pano? 2012, é o mundo se acabando, e foda-se,

Avisem que o céu está ruindo,
O que é pior, chegar no fundo ou continuar caindo?

Quantos infernos cruzei? Passei, sem anjo pra cantar,
Quanto mar atravessei? Segui, sem luz pra guiar,

Ouvindo só click-clack-click-clack-boom!

Policia aqui, mata mais que tuskegee
Assassinos free, povo calmo como kenny g
Gueto tipo ND
Bico treme se ver que ainda somos public enemy
É 1, 2 pra explodir
Pick do ré mi e boooom
Acabou, sem zoom de câmera
Da câmara, dor é o que chega pra nóiz
Quebrada, é bomba de efeito moral
De quem num tem moral pra falar nada
Coturnos escuros, soturnos futuros
Me enturmo nos muros me enfurno e juro
Que vou cobrar com juros

Sou jogo duro, sem furo, puro, apuro num aturo
Seguro EU me curo, contra os ideal obscuro,
Do governo, cartel ou clã
Meu papel é ensinar o povo a dizer hã-hã
Sem abrir pernas como que dança can-can
A nóiz Cabe
Odiar inimigos do povo viu Kassab

Queimam favelas, controlam a mídia e distorcem a informação
Seus mandatos têm dias contados
Nossa luta não

Mais músicas de Emicida


músicas | top novidades | top músicas | top artistas

As mais ouvidas



Denunciar conteúdo inapropriado

aleatório
repetir