Tião Carreiro e Pardinho

Jangadeiro Cearense

ouvir : conectando
aleatório
repetir
sem intro
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"
  • traduzir letra
  • imprimir letra
  • corrigir
  • ajuda
O sol nasce no horizonte
Entre as florestas e os monte, despertando o
Jangadeiro.
Homem que não teme a morte
Jangadeiro do norte trabalha nos enterros
Solta a jangada no mar, vai remando devagar.
Vai ficando a branca areia.
Fica as mata e os palmiteiro, diz adeus ao jangadeiro.
Suas folhas balanceia.


Por ter sua devoção, não tira o pé do chão.
Ele faz sua oração para se arretirar.
Ai, ai, pra enfrentar as ondas do mar.

Eu sô um pobre pescador, ajudai ó meu senhor.
Manda um anjo protetor para o meu barco guardar
Ai, ai, pras ondas não me tragar.

E o sol já se despedindo, sobre as águas vai sumindo.
E as estrelas vão surgindo, fica as estrelas e o luar.
Ai, ai, sol, ele, Deus e o mar.

Ele volta carregado, o seu corpo já cansado.
Seu amor desesperado, no seu ranchinho a esperar.
Ai, ai, ela se põe a rezar.

Lá vem o meu pescador, luto com força e vigor.
Agradeço ao meu senhor, por essa benção me dar.
Ai, ai, já voltou para o meu lar.

Album:
Gravadora:
Ano:
Faixa: 12

músicas | letra

Facebook Google Plus

Denunciar conteúdo inapropriado

Notificar erro
Selecione abaixo o tipo de erro da música


código incorreto, tente novamente(trocar imagem)
você deve selecionar uma das três opções antes de enviar 
Minha playlist
Colocar texto bem aqui pro caboclo ficar feliz e voltar pra casa
Minha playlist
Crie um nome para sua playlist nova ou substitua as músicas de uma playlist existente
Dê nome para sua playlist
substitua as músicas da playlist
ou
 
Atualizar Video
Você pode contribuir e corrigir o video desta música
Adicione a url correta do vídeo do YouTube
Ex.: https://www.youtube.com/watch?v=EDwb9jOVRtU
ARTISTA:

MÚSICA: