ouvir : conectando
aleatório
repetir
sem intro
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"
  • traduzir letra
  • imprimir letra
  • corrigir
  • ajuda
No tempo que eu adomava no meu querido sertão,
Ai minha gente que tempo bão
Fechava a porteira, laçava o macho,
Botava o lombilho e o barbicacho,
Descia cantando pela serra abaixo,
No gaio da perobeira cantava um gavião penacho

Arriscava a minha vida pra montar em qualquer pagão,
Ai a morena no portão, morena bonita do cabelo cacho,
Da cintura fina mais linda eu não acho,
Nós dois conversava lá no riacho,
Na hora da despedida soluçava nos meus braços

Eu sempre fui divertido pra gostar de um função,
Ai sempre fui bom folgazão,
Eu entro na sala sem desembaraço
Tocando e cantando com a viola no braço
As moda que eu é eu mesmo que faço,
Na hora que eu estou cantando coração duro eu não acho

Me recordo com saudade daquele meu tempo bão,
Ai eu sei que não vorta não, eu sou animado em tudo que faço,
Preciso de me ir não encontrar fracasso,
No braço da viola sou liso nos traço,
Esses peito já cansados já foi dois peito de aço

Album:
Gravadora:
Ano:
Faixa: 10

músicas | letra

Facebook Google Plus

Denunciar conteúdo inapropriado

Notificar erro
Selecione abaixo o tipo de erro da música


código incorreto, tente novamente(trocar imagem)
você deve selecionar uma das três opções antes de enviar 
Minha playlist
Colocar texto bem aqui pro caboclo ficar feliz e voltar pra casa
Minha playlist
Crie um nome para sua playlist nova ou substitua as músicas de uma playlist existente
Dê nome para sua playlist
substitua as músicas da playlist
ou
 
Atualizar Video
Você pode contribuir e corrigir o video desta música
Adicione a url correta do vídeo do YouTube
Ex.: https://www.youtube.com/watch?v=EDwb9jOVRtU
ARTISTA:

MÚSICA: