Veja todas as fotos de César Oliveira e Rogério Melo

Das Volteadas De Uma Estância

César Oliveira e Rogério Melo

ouvir : conectando
aleatório
repetir
sem intro
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"
  • tradução da letratradução letra
  • imprimir letraimprimir letra
  • corrigir
  • corrigir a letra
  • não está conseguindo ouvir a música, clique aqui!ajuda
Ainda nem rompeu a aurora
Nos confins do firmamento
E já se vê o movimento
Da indiada arrastando espora
Então parece que as horas
Passam mais desapercebidas
E as ansiedades da vida
Pedem boca de algum jeito
Quando um piazito abre o peito
Na volta da recolhida

É onde se agarra um quebra
Que tenha sangue nos olhos
Pois um covarde se achica
Quando um malo se embodoca
Aos gritos de vir a frente
A cavalhada entra em forma
E o índio que sabe as normas
Não refuga o que lhe toca

Um par de roseta grande
Um sombreiro requintado
Um tirador de vaqueta
E uma gana por semblante
Morrer, mas morrer peleando
Jamais frouxá o garrão
Com a pampa no coração
E as inquietudes por diante

Nas recorridas de campo
Até mesmo num aparte
Balanceando nos fiadores
Ou amadrinhando um potro
Porque o flerte é o companheiro
Parceiro dia após dia
Sempre que o galo anuncia
Que veio no rastro do outro

Assim desponta no passo
A novilhada dos fundo
Pedindo boca pro mundo
O ponteiro ganha espaço
Se agranda num "cavajaço"
No rodeio bate guampa
Na culatra outra estampa
Estrala um relho de braça
E a cuscada se adelgaça
Quando atropela nas pampa

As volteadas de uma estância
Castigam a alma de um guapo
Pois o lombo do cavalo
Não é bem o que se acha
Mas um taura que se anima
Terceia por essas léguas
Virando a boca da égua
Num grito de vai ou racha

Um par de roseta grande
Um sombreiro requintado
Um tirador de vaqueta
E uma gana por semblante
Morrer, mas morrer peleando
Jamais frouxá o garrão
Com a pampa no coração
E as inquietudes por diante

Nas recorridas de campo
Até mesmo num aparte
Balanceando nos fiadores
Ou amadrinhando um potro
Porque o flerte é o companheiro
Parceiro dia após dia
Sempre que o galo anuncia
Que veio no rastro do outro

Sempre que o galo anuncia
Que veio no rastro do outro

álbum

Gravadora: 2002 ACIT
Ano:
Faixa: 13




Facebook Google Plus

Denunciar conteúdo inapropriado

Aviso Legal - Política de Privacidade

Notificar erro
Selecione abaixo o tipo de erro da música


código incorreto, tente novamente(trocar imagem)
você deve selecionar uma das três opções antes de enviar 
Minha playlist
Colocar texto bem aqui pro caboclo ficar feliz e voltar pra casa
Minha playlist
Crie um nome para sua playlist nova ou substitua as músicas de uma playlist existente
Dê nome para sua playlist
substitua as músicas da playlist
ou
 
Atualizar Video
Você pode contribuir e corrigir o video desta música
Adicione a url correta do vídeo do YouTube
Ex.: https://www.youtube.com/watch?v=EDwb9jOVRtU
ARTISTA:

MÚSICA: