Veja todas as fotos de Arlindo Cruz

Sem Endereço (part. Marcelo D2) [Ao Vivo]

Arlindo Cruz

ouvir : conectando
aleatório
repetir
sem intro
Para adicionar mais músicas, clique em adicionar meu canal e depois em "Adicionar ao player"
  • tradução da letratradução letra
  • imprimir letraimprimir letra
  • corrigir
  • corrigir a letra
  • não está conseguindo ouvir a música, clique aqui!ajuda
E lá vai ela
Dizendo até nunca mais
Estou naquela
Vivendo à sombra dos ais
Pra vê-la feliz até me virei pelo avesso
Sabendo que no seu amor me fortaleço

É a paga que ela me dá de tanto apreço
Vai embora e não deixa sequer seu endereço [2x]

E lá vai ela
Dizendo até nunca mais
Estou naquela
Vivendo à sombra dos ais
Pra vê-la feliz até me virei pelo avesso
Sabendo que no seu amor me fortaleço

É a paga que ela me dá de tanto apreço
Vai embora e não deixa sequer seu endereço [2x]

Na escola de samba do seu coração foi um tropeço
Cortou o meu samba alegando
Que não tinha fim e nem começo
Rasgou a minha fantasia
E ainda atirou no chão meu adereço
Motivo pra tanta discórdia eu desconheço

É a paga que ela me dá de tanto apreço
Vai embora e não deixa sequer seu endereço [2x]

E lá vai ela
Dizendo até nunca mais
Estou naquela
Vivendo à sombra dos ais
Pra vê-la feliz até me virei pelo avesso
Sabendo que no seu amor me fortaleço

É a paga que ela me dá de tanto apreço
Vai embora e não deixa sequer seu endereço [2x]

Fui ao fundo do poço na base do ouço e obedeço
E ainda dizia inocente e contente que é isso que eu mereço
Por ela na mão encarei sugestão
Por um triz quase faleço
No fim ainda quer me vender a um baixo preço

É a paga que ela me dá de tanto apreço
Vai embora e não deixa sequer seu endereço [2x]

Eu gastei tanta economia
Pra enfeitar a casa
A nêga vadia ainda me arrasa
Formiga com asa, não quer se perder
Eu gastei toda grana que eu tinha
Pra vê-la joinha
Deixando a vizinha com água na boca
Mas só que essa louca não quer me querer

Eu gastei toda minha energia
Porque todo dia acordava mais cedo
Pra lhe dar levedo
E o mais puro leite pra fortificar
Eu gastei toda a poesia
Que eu fazia a toa
de Luiz Carlos da Vila a Fernando Pessoa
Mas ela resolveu me abandonar

É a paga que ela me dá de tanto apreço
Vai embora e não deixa sequer seu endereço [2x]



Facebook Google Plus

Denunciar conteúdo inapropriado

Aviso Legal - Política de Privacidade

Notificar erro
Selecione abaixo o tipo de erro da música


código incorreto, tente novamente(trocar imagem)
você deve selecionar uma das três opções antes de enviar 
Minha playlist
Colocar texto bem aqui pro caboclo ficar feliz e voltar pra casa
Minha playlist
Crie um nome para sua playlist nova ou substitua as músicas de uma playlist existente
Dê nome para sua playlist
substitua as músicas da playlist
ou
 
Atualizar Video
Você pode contribuir e corrigir o video desta música
Adicione a url correta do vídeo do YouTube
Ex.: https://www.youtube.com/watch?v=EDwb9jOVRtU
ARTISTA:

MÚSICA: