Wilson Paim - Prenda Minha


ouvir adicionar
Hoje é treze sexta-feira, prenda minha
É dia de louvação
Me fugiram os amigos mais antigos
Me deste consolação

Já passaram muitas luas, prenda minha
Muitas luas já passei
Fiz promessa pro negrinho, coitadinho
Por isso que eu te encontrei

Acho cedo muito cedo, prenda minha
Pra dizer que escureceu
Foi a noite dos teus olhos, prenda minha
Que acordou os olhos meus

Foi teu riso disfarçado, prenda minha
Que laçou o meu bem querer
Se eu fugir do sul do mundo, num segundo
Voltarei pra te rever

Abre o poncho desta alma, prenda minha
Que eu preciso me abrigar
Se o inverno for intenso, como penso
Muito frio eu vou passar

Hoje é treze sexta-feira, prenda minha
É dia de louvação Hoje é treze sexta-feira, prenda minha
É dia de louvação
Me fugiram os amigos mais antigos
Me deste consolação

Já passaram muitas luas, prenda minha
Muitas luas já passei
Fiz promessa pro negrinho, coitadinho
Por isso que eu te encontrei

Acho cedo muito cedo, prenda minha
Pra dizer que escureceu
Foi a noite dos teus olhos, prenda minha
Que acordou os olhos meus

Foi teu riso disfarçado, prenda minha
Que laçou o meu bem querer
Se eu fugir do sul do mundo, num segundo
Voltarei pra te rever

Abre o poncho desta alma, prenda minha
Que eu preciso me abrigar
Se o inverno for intenso, como penso
Muito frio eu vou passar

Hoje é treze sexta-feira, prenda minha
É dia de louvação
publicidade