Vieira e Vieirinha - Garça Branca


ouvir adicionar
Levantei da minha cama
Depois que o galo cantou
No romper da madrugada
A estrela d'alva apontou
Arriei o meu cavalo
Muito manso e marchador
Fui fazer uma viagem que meu destino mandou

Encontrei com dois amigos
Que na estrada me parou
Me contaram uma passagem
Que meu peito soluçou
Eu não quis acreditar
Até por Deus me jurou
Diz que a minha garça branca bateu asas e avoou

Eu virei o meu cavalo
Ligeiro que nem um vapor
E segui logo no rastro
Aonde a garça passou
Fui entrando num ranchinho
Aonde a garça pousou
E também perdeu a vida nas mãos daquele traidor

Mas ainda cheguei a tempo
Pois de mim não escapou
Quem matou a garça branco
Com a vida também pagou

Puxei do meu parabelo
Resolvido como eu sou
Toquei 10 vez no gatilho
E todas 10 estorou
O valor da garça branca
A sua vida custou
Sem o amor da garça branca
Pra mim o mundo se acabou Levantei da minha cama
Depois que o galo cantou
No romper da madrugada
A estrela d'alva apontou
Arriei o meu cavalo
Muito manso e marchador
Fui fazer uma viagem que meu destino mandou

Encontrei com dois amigos
Que na estrada me parou
Me contaram uma passagem
Que meu peito soluçou
Eu não quis acreditar
Até por Deus me jurou
Diz que a minha garça branca bateu asas e avoou

Eu virei o meu cavalo
Ligeiro que nem um vapor
E segui logo no rastro
Aonde a garça passou
Fui entrando num ranchinho
Aonde a garça pousou
E também perdeu a vida nas mãos daquele traidor

Mas ainda cheguei a tempo
Pois de mim não escapou
Quem matou a garça branco
Com a vida também pagou

Puxei do meu parabelo
Resolvido como eu sou
Toquei 10 vez no gatilho
E todas 10 estorou
O valor da garça branca
A sua vida custou
Sem o amor da garça branca
Pra mim o mundo se acabou
publicidade