Lá vem o carreteiro, chegando
de muito longe, tocando
tua boiada, dizendo
Boi (boi), boi(boi)
Boi (boi), boi

Mais tarde ou mais cedo
chegaremos na cidade(bis)

Adeus priminha ai
que eu vou me embora
era a canção que ele cantava
nos rodeios da vida e chorava

Vive até hoje a sonhar
querendo a qualquer hora voltar
a chaleira no tripe
foi laçar seu boi marrom
num cavalo pangaré Lá vem o carreteiro, chegando
de muito longe, tocando
tua boiada, dizendo
Boi (boi), boi(boi)
Boi (boi), boi

Mais tarde ou mais cedo
chegaremos na cidade(bis)

Adeus priminha ai
que eu vou me embora
era a canção que ele cantava
nos rodeios da vida e chorava

Vive até hoje a sonhar
querendo a qualquer hora voltar
a chaleira no tripe
foi laçar seu boi marrom
num cavalo pangaré
publicidade