Calma, calma, calma
Muita calma nessa hora...

Eu tento manter a calma, mas me falta calma
Quando vejo homens por aí que perdem a calma
E em nome da calma, muitos pedem calma
Já perceberam que por aí tá faltando calma...

Mantendo minha calma, me esquivo com calma
Daqueles parasitas que só sugam sua calma
Nojentos sem mais calma com exceção da alma
Tão próximo quanto a pele a redundância
Perde a calma...

Tem dívida pra pagar, tá na nóia mano? Calma!
Se a dor de cabeça ataca prima
Comprimido e calma
Se você tá pensando que essa frase vai rimar
Como tem que ser, já disse pra você
Que desta vez não mando...

Mais calma, já voltei, calma!
Vou rimar, calma!
Porque o que tem que prevalecer é a calma!
Covardes me tiram a calma, com exceção da alma
Tão próximo quanto a pele a redundância
Perde a calma...

Calma, calma, calma
Muita calma nessa hora...

Guarda a ferramenta aí, não vai fazer isso aqui
Resolve do seu jeito, mas que seja bem longe daqui
Quem sou eu pra dizer, quem é certo ou errado
Só sei que a guerra urbana só atrasa o nosso lado...

Por isso peço calma, por favor, calma
Sei que é difícil, mas tente manter a calma
Se põe a mão em mim, aí sim eu perco a calma
Violento sei, mas calma, com exceção da alma
Tão próximo quanto a pele a redundância
Perde a calma...

Calma, calma, calma
Muita calma nessa hora...

Esse vento tá bem forte...
O palito não quer acender
Eu esqueci o meu isqueiro
O que é que vou fazer
Começou a chover forte
Não tem mais o que acender
Eu achei o meu isqueiro
Mas não tenho o que fazer...

Por isso perco a calma
Que se dane a calma
E olha que eu sei
Que não posso perder a calma
Nervoso falo bobeira, faço besteira
Perco a razão, ofendo, machuco o amigo
Quem é irmã, quem é irmão
Por isso o melhor é tentar manter a calma
Se todo mundo trabalhasse pra manter a calma
Com certeza a cidade ia ser mais calma
Com certeza a noite também ia ser mais calma
Mas a decepção, corrupção me tira a calma
Com exceção da alma que nunca perde a calma
Tão próximo quanto a pele a redundância
Perde a calma...

Calma, calma, calma
Muita calma nessa hora
Calma, calma, calma... Calma, calma, calma
Muita calma nessa hora...

Eu tento manter a calma, mas me falta calma
Quando vejo homens por aí que perdem a calma
E em nome da calma, muitos pedem calma
Já perceberam que por aí tá faltando calma...

Mantendo minha calma, me esquivo com calma
Daqueles parasitas que só sugam sua calma
Nojentos sem mais calma com exceção da alma
Tão próximo quanto a pele a redundância
Perde a calma...

Tem dívida pra pagar, tá na nóia mano? Calma!
Se a dor de cabeça ataca prima
Comprimido e calma
Se você tá pensando que essa frase vai rimar
Como tem que ser, já disse pra você
Que desta vez não mando...

Mais calma, já voltei, calma!
Vou rimar, calma!
Porque o que tem que prevalecer é a calma!
Covardes me tiram a calma, com exceção da alma
Tão próximo quanto a pele a redundância
Perde a calma...

Calma, calma, calma
Muita calma nessa hora...

Guarda a ferramenta aí, não vai fazer isso aqui
Resolve do seu jeito, mas que seja bem longe daqui
Quem sou eu pra dizer, quem é certo ou errado
Só sei que a guerra urbana só atrasa o nosso lado...

Por isso peço calma, por favor, calma
Sei que é difícil, mas tente manter a calma
Se põe a mão em mim, aí sim eu perco a calma
Violento sei, mas calma, com exceção da alma
Tão próximo quanto a pele a redundância
Perde a calma...

Calma, calma, calma
Muita calma nessa hora...

Esse vento tá bem forte...
O palito não quer acender
Eu esqueci o meu isqueiro
O que é que vou fazer
Começou a chover forte
Não tem mais o que acender
Eu achei o meu isqueiro
Mas não tenho o que fazer...

Por isso perco a calma
Que se dane a calma
E olha que eu sei
Que não posso perder a calma
Nervoso falo bobeira, faço besteira
Perco a razão, ofendo, machuco o amigo
Quem é irmã, quem é irmão
Por isso o melhor é tentar manter a calma
Se todo mundo trabalhasse pra manter a calma
Com certeza a cidade ia ser mais calma
Com certeza a noite também ia ser mais calma
Mas a decepção, corrupção me tira a calma
Com exceção da alma que nunca perde a calma
Tão próximo quanto a pele a redundância
Perde a calma...

Calma, calma, calma
Muita calma nessa hora
Calma, calma, calma...
publicidade