Sou eu que vou seguir você
Do primeiro rabisco
Até o be-a-bá.
Em todos os desenhos
Coloridos vou estar
A casa, a montanha
Duas nuvens no céu
E um sol a sorrir no papel...

Sou eu que vou ser seu colega
Seus problemas ajudar a resolver
E acompanhar nas provas
Bimestrais, você vai ver
Serei, de você, confidente fiel
Se seu pranto molhar meu papel...

Sou eu que vou ser seu amigo
Vou lhe dar abrigo
Se você quiser
Quando surgirem
Seus primeiros raios de mulher
A vida se abrirá
Num feroz carrossel
E você vai rasgar meu papel...

O que está escrito em mim
Comigo ficará guardado
Se lhe dá prazer
A vida segue sempre em frente
O que se há de fazer...

Só peço, à você
Um favor, se puder
Não me esqueça
Num canto qualquer...(2x)

Eu não sei se você se recorda do seu primeiro caderno
Eu me recordo do meu
Com ele eu aprendi muita coisa
Foi nele que descobri que a experiência dos erros,
Ela é tão importante quanto à experiência dos acertos

Por que vistos de um jeito certo, os erros, eles nos preparam para nossas vitórias e conquistas futuras.
Por que não à aprendizado na vida que não passe pela experiência dos erros

Caderno é uma metáfora da vida, quando erros cometidos eram demais eu me recordo que nossa professora nos sugeria que a gente virasse a pagina
Era um jeito interessante de descobrir a graça que há nos recomeços
Ao virar a pagina os erros cometidos deixavam de nos incomodar e a partir deles a gente seguia um pouco mais crescido

O caderno nos ensina que erros não precisam ser fontes de castigos
Erros podem ser fontes de virtudes
Na vida é a mesma coisa
O erro tem que esta a serviço do aprendizado
Nenhum tem que ser fonte de culpas, de vergonhas.
Nenhum ser humano pode ser verdadeiramente grande sem que seja capaz de reconhecer os erros que cometeu na vida

Uma coisa é a gente se arrepender do que fez
Outra coisa é a gente se sentir culpado
Culpas nos paralisam, arrependimentos não.
Eles nos lançam pra frente, nos ajuda a corrigir os erros cometidos.

Tê-los a semelhante a um caderno
Eles nos permite os erros pra que a gente aprenda pra fazer do jeito certo
Você tem errado muito? Não importa aceite de Deus esta nova pagina de vida que tem nome de hoje
Recorde-se das lições do seu primeiro caderno
Quando os erros são demais vire a pagina

O que está escrito em mim
Comigo ficará guardado
Se lhe dá prazer
A vida segue sempre em frente

O que se há de fazer...
Só peço, à você
Um favor, se puder
Não me esqueça
Num canto qualquer...(2x)
Sou eu que vou seguir você
Do primeiro rabisco
Até o be-a-bá.
Em todos os desenhos
Coloridos vou estar
A casa, a montanha
Duas nuvens no céu
E um sol a sorrir no papel...

Sou eu que vou ser seu colega
Seus problemas ajudar a resolver
E acompanhar nas provas
Bimestrais, você vai ver
Serei, de você, confidente fiel
Se seu pranto molhar meu papel...

Sou eu que vou ser seu amigo
Vou lhe dar abrigo
Se você quiser
Quando surgirem
Seus primeiros raios de mulher
A vida se abrirá
Num feroz carrossel
E você vai rasgar meu papel...

O que está escrito em mim
Comigo ficará guardado
Se lhe dá prazer
A vida segue sempre em frente
O que se há de fazer...

Só peço, à você
Um favor, se puder
Não me esqueça
Num canto qualquer...(2x)

Eu não sei se você se recorda do seu primeiro caderno
Eu me recordo do meu
Com ele eu aprendi muita coisa
Foi nele que descobri que a experiência dos erros,
Ela é tão importante quanto à experiência dos acertos

Por que vistos de um jeito certo, os erros, eles nos preparam para nossas vitórias e conquistas futuras.
Por que não à aprendizado na vida que não passe pela experiência dos erros

Caderno é uma metáfora da vida, quando erros cometidos eram demais eu me recordo que nossa professora nos sugeria que a gente virasse a pagina
Era um jeito interessante de descobrir a graça que há nos recomeços
Ao virar a pagina os erros cometidos deixavam de nos incomodar e a partir deles a gente seguia um pouco mais crescido

O caderno nos ensina que erros não precisam ser fontes de castigos
Erros podem ser fontes de virtudes
Na vida é a mesma coisa
O erro tem que esta a serviço do aprendizado
Nenhum tem que ser fonte de culpas, de vergonhas.
Nenhum ser humano pode ser verdadeiramente grande sem que seja capaz de reconhecer os erros que cometeu na vida

Uma coisa é a gente se arrepender do que fez
Outra coisa é a gente se sentir culpado
Culpas nos paralisam, arrependimentos não.
Eles nos lançam pra frente, nos ajuda a corrigir os erros cometidos.

Tê-los a semelhante a um caderno
Eles nos permite os erros pra que a gente aprenda pra fazer do jeito certo
Você tem errado muito? Não importa aceite de Deus esta nova pagina de vida que tem nome de hoje
Recorde-se das lições do seu primeiro caderno
Quando os erros são demais vire a pagina

O que está escrito em mim
Comigo ficará guardado
Se lhe dá prazer
A vida segue sempre em frente

O que se há de fazer...
Só peço, à você
Um favor, se puder
Não me esqueça
Num canto qualquer...(2x)
Todas as músicas de Padre Fábio de Melo
A Esperança Entre Nós
A Esperança Entre Nós (part. Ziza Fernandes, Celina Borges, Lucimare, Salete, Adriana Arydes, Eros Biondini & Walmir Alencar) [Ao Vivo]
A Mão de Deus (part. Serginho Herval)
A Vida do Viajante (Ao Vivo)
Abraço Eterno
Abrindo Mares
Amor Que Não Se Cansa De Amar
Anjos de Resgate
Ao Coração
Ao Meu Amigo
Apenas Mais Uma De Amor (part. Maninho)
Arvoreando
Arvoreando
As Estações Da Vida
Beleza Imperfeita
Brasil, Música E Devoção (part. Lucimare, Eros Biondini, Salete, Adriana Arydes, Celina Borges, Ziza Fernandes, Walmir Alencar & Eugenio Jorge) [Ao Vivo]
Caminheiro (Ao Vivo)
Cante em Paz (Ao Vivo)
Cântico Das Criaturas
Cântico das Criaturas (Oração de São Francisco de Assis)
Cara De Família
Chegada
Chuva de Graça (Ao Vivo)
Coisas de Pai
Contrários
Coração Adorador
Coração Sagrado
Cores De Eucaristia
Cuidas De Mim (part. Olivia Ferreira)
Derrama o Teu Amor Aqui - O Poder Da Fé
Deus É Capaz
Deus Está Aqui (Ao Vivo)
Diante do Rei
Diante do Rei (Ao Vivo)
Disparada (Ao Vivo)
Espera
Espírito Santo Repousa
Espírito Santo Repousa - Faço Novas Todas as Coisas (Ao Vivo)
Estou a Porta e Peço Entrada
Estou Aqui
Estrela Perdida - Beirando o Rio (Ao Vivo)
Eu Espero
Eu Navegarei
Eu, a Saudade e a Viola (Ao Vivo)
Faço Nova Todas as Coisas
Filho Adotivo (Ao Vivo)
Filho do Céu
Glória a Jesus na Hóstia Santa - Queremos Deus (Ao Vivo)
Graças, Pai
Guardião
Guardião (part. Ziza Fernandes) [Ao Vivo]
Hoje Livre Sou
Humano Amor De Deus
Humano Demais
Iluminar
Imagem E Semelhança
Incendeia Minha Alma
Jesus, Meu Deus Humano
Lamento Sertanejo (Forró Do Dominguinhos) (Ao Vivo)
Lava-me
Levanta-Te
Lugares
Lugares (part. Walmir Alencar) [Ao Vivo]
Mais Perto
Marcas do Eterno (part. Adriana Arydes) [Ao Vivo]
Maria E O Anjo (part. Elba Ramalho)
Meu Deus Quis Assim
Mil Vezes Santo
Motivos Pra Recomeçar
Não Desista Do Amor
Não É Tarde
Não Foi Tua Culpa
Nas Asas do Senhor (part. Celina Borges) [Ao Vivo]
No Meio De Nós (part. Zezé di Camargo e Luciano)
No Meu Interior Tem Deus (Ao Vivo)
Novo Tempo (part. Roupa Nova)
Nunca Pare de Lutar
Nunca Pare de Lutar (Ao Vivo)
O Caderno
O Menino e Sua Mãe ao Colo (Poema) - Fogão de Lenha (Ao Vivo)
O Preço De Uma Vida
O Senhor É Rei (Ao Vivo)
Onde Está O Teu Irmão
Oração da Manhã
Origens
Pai
Peão (Ao Vivo)
Poeira Vermelha (Ao Vivo)
Porque Ele Vive - Glória e Majestade
Prece (part. André Leonno)
Ruah, Um Sopro De Vida
Se Bastasse Uma Canção
Se Quiseres
Seja Bem Vindo! (Ao Vivo)
Seu Amor é Demais
Sim Á Vida
Simplesmente José
Simplesmente José (part. Eugenio Jorge) [Ao Vivo]
Solar
Sou Um Zé da Silva (Ao Vivo)
Todo Homem É Bom
Tom de Calma
Triste Berrante (Ao Vivo)
Tudo É Do Pai
Tudo É do Pai (Ao Vivo)
Tudo Posso
Um Coração Igual ao Teu
Vida
Vide, Vida Marvada (Ao Vivo)
Viver Pra Mim É Cristo (part. André Leono)
publicidade