Canção de Ninar

Numismata


ouvir adicionar
Tendo a lua tão clara pairando o cigarrear
E meus olhos já secos de tanto tentar chorar
Que me vejo empenhado nessa canção de ninar
Santa clara padroeira abençoa esse meu cantar

Se a paz do meu canto puder te reconfortar
Se teu sono ajuda as chagas em seu fechar
Não esquece nunca que cá estou a zelar
O senhor do bomfim abençoa esse meu cantar

Se minhas mãos calejadas pudessem te afagar
Se minha boca calada se pusesse a te beijar
O silêncio tão cúmplice iria murmurar ou delatar
A certeza que os santos abençoam meu amar Tendo a lua tão clara pairando o cigarrear
E meus olhos já secos de tanto tentar chorar
Que me vejo empenhado nessa canção de ninar
Santa clara padroeira abençoa esse meu cantar

Se a paz do meu canto puder te reconfortar
Se teu sono ajuda as chagas em seu fechar
Não esquece nunca que cá estou a zelar
O senhor do bomfim abençoa esse meu cantar

Se minhas mãos calejadas pudessem te afagar
Se minha boca calada se pusesse a te beijar
O silêncio tão cúmplice iria murmurar ou delatar
A certeza que os santos abençoam meu amar
publicidade