Capa de revista,
Exposta na banca pra todos verem
Um dia a tarde, andando na rua me surpriendi
Quando numa banca vi um corpo nu, queimado do sol
Conhecido meu a tempos atrás me pertenceu
Como eu era feliz

REFRÃO:

Pois era ela, minha esposa amante
Com seu corpo elegante, exposto estava ali.
Foi a sua vaidade
Conversas de comadres
Conselhos não de padre
Tirou ela de mim

Capa de revista
Exposta na banca pra todos verem
Na primeira noite,
Ela de vergonha a luz apagou.
Hoje as luzes não mais intimidam
De todo lado seu corpo é mostrado, sem censura
É fotografado, como ela mudou

REFRÃO:


letras
letra da música
Envie essa música para um amigo:

1 - Música selecionada para seu amigo(a) ouvir
2 - Preencha os campos abaixo (obrigatório)

3 - Coloque o título e a mensagem do cartão (opcional)

 
publicidade
publicidade