Moda De Viola

Maria Fumaça


ouvir adicionar
Cachorro latiu, vou aprevenir
Ladrão de muié tá aí!

Quem tiver muié bonita
Prepare as arma que tem
Cachorro latiu de noite
Ladrão de muié laivém...

Namora muié casada
É ser muito atrevido
Dá uma olhada nela
E quatro, cinco no marido
Será que ele não tem medo
Da bala do 30 no pé do ouvido?

Quem tem mulher que namora
Quem tem burro empacador
Quem tem a roça no mato
Me chama que jeito eu dou
Eu tiro a roça do mato
Sua lavoura melhora
E o burro empacador
Eu corto ele na espora
E a mulher namoradeira
Eu passo um couro e mando embora...

Tem prisioneiro inocente
No fundo de uma prisão
Tem muita sogra encrenqueira
E tem violeiro embrulhão
Pros prisioneiro inocente
Eu arranjo advogado
E a sogra encrenqueira
Eu dou de laço dobrado
E os violeiro embrulhão
Com meus verso tão quebrado...

Morena bonita dos dentes aberto
Vai no pagode o barulho é certo
Não me namore tão descoberto
Que sou casado, mais não sou cego...

Modelo de hoje é muito esquisito
Com essas mocinhas mostrando os cambitos
Com as canela lisa que nem palmito
As moças de hoje eu não facilito...

Eu mais a minha mulher
Fizemos a combinação
Eu vou no pagode ela não vai não
Sábado passado fui e ela ficou
Sábado que vem ela fica eu vou...

Passa morena passa,
De baixo da verde rama (2x)
Quando passa dá um suspiro,
Quando suspira me chama
Vida triste é de quem ama... Cachorro latiu, vou aprevenir
Ladrão de muié tá aí!

Quem tiver muié bonita
Prepare as arma que tem
Cachorro latiu de noite
Ladrão de muié laivém...

Namora muié casada
É ser muito atrevido
Dá uma olhada nela
E quatro, cinco no marido
Será que ele não tem medo
Da bala do 30 no pé do ouvido?

Quem tem mulher que namora
Quem tem burro empacador
Quem tem a roça no mato
Me chama que jeito eu dou
Eu tiro a roça do mato
Sua lavoura melhora
E o burro empacador
Eu corto ele na espora
E a mulher namoradeira
Eu passo um couro e mando embora...

Tem prisioneiro inocente
No fundo de uma prisão
Tem muita sogra encrenqueira
E tem violeiro embrulhão
Pros prisioneiro inocente
Eu arranjo advogado
E a sogra encrenqueira
Eu dou de laço dobrado
E os violeiro embrulhão
Com meus verso tão quebrado...

Morena bonita dos dentes aberto
Vai no pagode o barulho é certo
Não me namore tão descoberto
Que sou casado, mais não sou cego...

Modelo de hoje é muito esquisito
Com essas mocinhas mostrando os cambitos
Com as canela lisa que nem palmito
As moças de hoje eu não facilito...

Eu mais a minha mulher
Fizemos a combinação
Eu vou no pagode ela não vai não
Sábado passado fui e ela ficou
Sábado que vem ela fica eu vou...

Passa morena passa,
De baixo da verde rama (2x)
Quando passa dá um suspiro,
Quando suspira me chama
Vida triste é de quem ama...
publicidade