Eu Canto Up Soul (feat. Flora Matos & Rael)

Edi Rock


ouvir adicionar
Eu canto em qualquer canto
Eu canto o que sou
Pra preto e pra branco
Canto pra banco e naco
Sei aonde vou meu som é mensagem
Eu toco por hora e não por quilometragem
Pensando no horário na batida no tempo
Na chuva e no sol na neblina e no vento
Minha vida eu invento, viciado em jogar
Só vou me arrepender se essa historia acabar

Eu canto minha paz
Eu canto meu amor
Eu canto minha vida
Seja ela onde como for
Canto minha terra
Canto minha guerra
Minha cor
Canto minha lagrima
Minha raiva e minha dor

Eu sonho sonar tenho dom visionário
Minhas linhas de rap são igual dicionario
O santo sudário pode ver que ta lá
Indicio de cabelo crespo são meu dna
Eu canto futebol canto pelo sol
Eu canto amanhecer com meu bem debaixo do lençol
Eu canto a liberdade a saudade a tristeza
Nas ruas da cidade a verdade a beleza
Eu canto a química pura eu canto a sua fissura
Eu canto becos e vielas daquela favela escura
I.D.I.R.S.K em ação 16 toneladas numa mão

Eu canto minha paz
Eu canto meu amor
Eu canto minha vida
Seja ela onde como for
Canto minha terra
Canto minha guerra
Minha cor
Canto minha lagrima
Minha raiva e minha dor

Respeita quem canta encontra
No peito na alma a raiz africana
A força acha a esperança
Pra entrar na roda que compõe a ciranda
Vive a vida quem sonha
O mundo é de quem ainda tem esperança
Homens, mulheres, crianças cantam
Que esses sonhos acredita e alcança

Eu canto minha paz
Eu canto meu amor
Eu canto minha vida
Seja ela onde como for
Canto minha terra
Canto minha guerra
Minha cor
Canto minha lagrima
Minha raiva e minha dor

Minha dor o senhor
Pelo amor entre a terra e o céu
Com você na rima (Rael)

Essa conexão tipo aquelas criação de favela
O vento e a vela, Afrodite e o fela
Africa e Mandela, telefones na cela
Microfone lapela, e o que tem na sequela
Se falo bem se falo mal
Se falo de mim normal
Sempre tenho pra dizer que não vale um real
E vagava por ai nos bares da capital
E cantava um Bob assim, Away down town
Corrido te vi, internet, entrei no radio
Nos barraco e nos quitinete, no flete
Na mente de vários pivete é quente
Inato na mente meu rap reflete

Com muita doooor
Com muita doooor pra vocês
Pra todos nós

Eu canto minha paz
Eu canto meu amor
Eu canto minha vida
Seja ela onde como for
Canto minha terra
Canto minha guerra
Minha cor
Canto minha lagrima
Minha raiva e minha dor

Eu canto em qualquer canto
Eu canto o que sou
Pra preto e pra branco
Canto pra banco e naco
Sei aonde vou meu som é mensagem
Eu toco por hora e não por quilometragem
Pensando no horário na batida no tempo
Na chuva e no sol na neblina e no vento
Minha vida eu invento, viciado em jogar
Só vou me arrepender se essa historia acabar

Eu canto minha paz
Eu canto meu amor
Eu canto minha vida
Seja ela onde como for
Canto minha terra
Canto minha guerra
Minha cor
Canto minha lagrima
Minha raiva e minha dor

Eu sonho sonar tenho dom visionário
Minhas linhas de rap são igual dicionario
O santo sudário pode ver que ta lá
Indicio de cabelo crespo são meu dna
Eu canto futebol canto pelo sol
Eu canto amanhecer com meu bem debaixo do lençol
Eu canto a liberdade a saudade a tristeza
Nas ruas da cidade a verdade a beleza
Eu canto a química pura eu canto a sua fissura
Eu canto becos e vielas daquela favela escura
I.D.I.R.S.K em ação 16 toneladas numa mão

Eu canto minha paz
Eu canto meu amor
Eu canto minha vida
Seja ela onde como for
Canto minha terra
Canto minha guerra
Minha cor
Canto minha lagrima
Minha raiva e minha dor

Respeita quem canta encontra
No peito na alma a raiz africana
A força acha a esperança
Pra entrar na roda que compõe a ciranda
Vive a vida quem sonha
O mundo é de quem ainda tem esperança
Homens, mulheres, crianças cantam
Que esses sonhos acredita e alcança

Eu canto minha paz
Eu canto meu amor
Eu canto minha vida
Seja ela onde como for
Canto minha terra
Canto minha guerra
Minha cor
Canto minha lagrima
Minha raiva e minha dor

Minha dor o senhor
Pelo amor entre a terra e o céu
Com você na rima (Rael)

Essa conexão tipo aquelas criação de favela
O vento e a vela, Afrodite e o fela
Africa e Mandela, telefones na cela
Microfone lapela, e o que tem na sequela
Se falo bem se falo mal
Se falo de mim normal
Sempre tenho pra dizer que não vale um real
E vagava por ai nos bares da capital
E cantava um Bob assim, Away down town
Corrido te vi, internet, entrei no radio
Nos barraco e nos quitinete, no flete
Na mente de vários pivete é quente
Inato na mente meu rap reflete

Com muita doooor
Com muita doooor pra vocês
Pra todos nós

Eu canto minha paz
Eu canto meu amor
Eu canto minha vida
Seja ela onde como for
Canto minha terra
Canto minha guerra
Minha cor
Canto minha lagrima
Minha raiva e minha dor

publicidade