Ele bota fogo e por isso chama tocha
Ele bota fogo e por isso chama tocha

Ele vai pra festa
Elegante, todo prosa
Basta estar com ele
Pra tristeza ir embora

Ele bota fogo e por isso chama tocha
Ele bota fogo e por isso chama tocha

Ele vai pra festa
Elegante, todo prosa
Basta estar com ele
Pra tristeza ir embora

Eu vou pedir para São jorge
Proteger esse menino
Que foi criado na CN
Na favela do Quirino

Com sapato bico fino
E o pescoço enfeitado
Com uma gravada colorida
E um black importado

Ele bota fogo e por isso chama tocha
(Salve, salve Tocha!)
Ele bota fogo e por isso chama tocha
(Sem tristeza, é o Tocha!)

Ele vai pra festa
Elegante, todo prosa
(Lá vem ele!)
Basta estar com ele
(Salve, Tocha!)
Pra tristeza ir embora

Se ele pudesse escolher o seu destino
Ele seria um magnata, um filantropo
Um benfeitor anônimo

Defensor da causa justa
Pelo bem desse terreiro
Orgulhoso de ser neto
De Seu Chico carroceiro

Eu vou pedir para São jorge
Proteger esse menino
Que foi criado na CN
Na favela do Quirino

Com seu salto carrapeta
E o pescoço ocupado
Uma gravata borboleta
E um black bem armado

Ele bota fogo e por isso chama tocha
(Salve, salve Tocha!)
Ele bota fogo e por isso chama tocha
(O meu anjo é o Tocha!)

Ele vai pra festa
Elegante, todo prosa
(Lá vem ele!)
Basta estar com ele
(Todo prosa!)
Pra tristeza ir embora

Ele bota fogo e por isso chama tocha
(Pra tristeza ir embora)
Ele bota fogo e por isso chama tocha
(Bota fogo Tocha!) Ele bota fogo e por isso chama tocha
Ele bota fogo e por isso chama tocha

Ele vai pra festa
Elegante, todo prosa
Basta estar com ele
Pra tristeza ir embora

Ele bota fogo e por isso chama tocha
Ele bota fogo e por isso chama tocha

Ele vai pra festa
Elegante, todo prosa
Basta estar com ele
Pra tristeza ir embora

Eu vou pedir para São jorge
Proteger esse menino
Que foi criado na CN
Na favela do Quirino

Com sapato bico fino
E o pescoço enfeitado
Com uma gravada colorida
E um black importado

Ele bota fogo e por isso chama tocha
(Salve, salve Tocha!)
Ele bota fogo e por isso chama tocha
(Sem tristeza, é o Tocha!)

Ele vai pra festa
Elegante, todo prosa
(Lá vem ele!)
Basta estar com ele
(Salve, Tocha!)
Pra tristeza ir embora

Se ele pudesse escolher o seu destino
Ele seria um magnata, um filantropo
Um benfeitor anônimo

Defensor da causa justa
Pelo bem desse terreiro
Orgulhoso de ser neto
De Seu Chico carroceiro

Eu vou pedir para São jorge
Proteger esse menino
Que foi criado na CN
Na favela do Quirino

Com seu salto carrapeta
E o pescoço ocupado
Uma gravata borboleta
E um black bem armado

Ele bota fogo e por isso chama tocha
(Salve, salve Tocha!)
Ele bota fogo e por isso chama tocha
(O meu anjo é o Tocha!)

Ele vai pra festa
Elegante, todo prosa
(Lá vem ele!)
Basta estar com ele
(Todo prosa!)
Pra tristeza ir embora

Ele bota fogo e por isso chama tocha
(Pra tristeza ir embora)
Ele bota fogo e por isso chama tocha
(Bota fogo Tocha!)
publicidade