Chico Rey e Paraná - Um Poema Só


ouvir adicionar
Amanheceu na mente do poeta
raios de sol, orvalho sobre as flores
os pensamentos vão fazendo festa
entre emoções, recordações e dores

Velhas estradas, curvas e caminhos
sombras que descansaram ilusões
é aconchego faz colo de manha
acorde de viola Deus em orações

Canta pra mim a canção de lá
se é sonho enfim não quero acordar
Falo a você do céu que abriga
sem perceber estrelas e vidas

Anoiteceu na mente do poeta
sei no terreiro que tem lua cheia
é simples calma olhar caipira
que de longe mira uma luz de candeia

Amor de filho quer benção de pai
coisa que o tempo fez virar história
da mão fechada não se vê a palma
transparente a alma eternamente a glória

Canta pra mim a canção de lá
se é sonho enfim não quero acordar
Falo a você do céu que abriga
sem perceber estrelas e vidas

E em algum lugar que só Deus sabe
tem um tesouro que amando se ganha
é forte como a rocha do saber
tão frágil que você só de olhar arranha

E ser poeta talvez seja isso
falar do bem sem conhecer o mal
amar a rima mesmo que não case
terminar a frase sem ponto final

Canta pra mim a canção de lá
se é sonho enfim não quero acordar
Falo a você do céu que abriga
sem perceber estrelas e vidas

Eu falo a você da força maior
que faz dos poetas uma poema só Amanheceu na mente do poeta
raios de sol, orvalho sobre as flores
os pensamentos vão fazendo festa
entre emoções, recordações e dores

Velhas estradas, curvas e caminhos
sombras que descansaram ilusões
é aconchego faz colo de manha
acorde de viola Deus em orações

Canta pra mim a canção de lá
se é sonho enfim não quero acordar
Falo a você do céu que abriga
sem perceber estrelas e vidas

Anoiteceu na mente do poeta
sei no terreiro que tem lua cheia
é simples calma olhar caipira
que de longe mira uma luz de candeia

Amor de filho quer benção de pai
coisa que o tempo fez virar história
da mão fechada não se vê a palma
transparente a alma eternamente a glória

Canta pra mim a canção de lá
se é sonho enfim não quero acordar
Falo a você do céu que abriga
sem perceber estrelas e vidas

E em algum lugar que só Deus sabe
tem um tesouro que amando se ganha
é forte como a rocha do saber
tão frágil que você só de olhar arranha

E ser poeta talvez seja isso
falar do bem sem conhecer o mal
amar a rima mesmo que não case
terminar a frase sem ponto final

Canta pra mim a canção de lá
se é sonho enfim não quero acordar
Falo a você do céu que abriga
sem perceber estrelas e vidas

Eu falo a você da força maior
que faz dos poetas uma poema só
publicidade